terça-feira, 30 de outubro de 2007

Energizando... depois de um dia quase todo de trabalho, afinal de contas, eu mereço !





















"Todos nós estamos interligados, na verdade somos um só. Eu sou um com o porco-do-mato, com o caititu. Eu sou um com a árvore. Eu sou um contigo e com o esquimó que eu ainda não vi, mas está lá. Joga uma pedrinha no centro da lagoa, a vibração alcança toda a água da lagoa, criando raias que chegam até à margem, pequenas ondinhas. O sentimento que você sente eu posso ter gerado. Essa visão do todo é importante, para nos curarmos. Curando a nós, limpando nosso coração, sentindo a doença do outro, curamos a nós e curamos o outro também. É bem simples e bem profundo. Buscarmos o bem sempre, o perdão, buscar o verdadeiro amor. Isso que eu penso, trilhar o caminho da amizade pra um dia vivenciar o amor fraterno e universal. Se te fiz algum mal, sinto muito, me perdoe, te amo e sou grato à Divindade por quebrar todo fluxo de energia presa, para que a energia volte a fluir seguindo o seu curso original que vem de Nhanderú. Me queira bem que eu te quero bem também.
Saúde e paz.

Pea haê iporã katu".


-TEXTO ENVIADO PARA MIM, EM 30/10/2007, POR MEU IRMÃO RAMON GUARANI -

Que Nhander, Nhamandu, Tupã Iporã ete aguyjevete esteja sempre com você e todos os nossos irmãos da aldeia!
OPS! Lembrando que embora estivesse muito calor e o local além de belíssimo, convidativo, não devemos tomar banho de cachoeira para não poluiro rio, no máximo colocar o pezinho.

Um comentário:

Graça Graúna disse...

Querida Silvana: porque todos merecem uma boa energia após um dia intenso de trabalho, deixo, aqui, um fragmento poético do nosso Thiago de Melo acerca dos Estatutos do homem: “Fica decretado que, a partir deste instante, haverá girassóis em todas as janelas [...] que devem permanecer, o dia inteiro, abertas para o verde onde cresce a esperança”.