quarta-feira, 31 de outubro de 2012

HOLLOWEEN


Algumas pessoas são contra a festa de "Halloween"... uns dizem que não faz parte da nossa cultura por ser americana, e outros ( fanáticos religiosos) que é coisa do capiroto. Em primeiro lugar eu quero dizer que, independente de qual religião professamos, a cultura de um povo precisa ser respeitada/preservada, porque se assim não for, vai se transformar em guerra ( a cultura de um povo é a identidade daquela nação).
Bem, quem trouxe essa festa para o Brasil foram os Cursos de Inglês e ela, desde que aqui chegou, já se transformou... não é do mesmo jeitinho dos EUA, digamos que já se "abrasileirou". E com o advento da internet (globalização), as culturas meio que se misturaram. Muita gente (neste dia 31/10) faz apologias aos nossos Seres Fantásticos ( como o Saci, o Curupira, a Cuca, a  mula sem cabeça....), mas eles já tem o seu dia no nosso calendário. O que acontece é que as pessoas não comemoram com tanta intensidade como o fazem no "Halloween"... fazer o quê se a maioria dos brasileiros não dá valor ao que é seu ?
Não é por isso que vou detonar ou estragar o divertimento dos outros.
Eu não posso impor a minha vontade sobre a dos outros (cada um tem o livre arbítrio de escolher os seus caminhos. Lembra, está na Bíblia), é isso que alguns fanáticos religiosos tentam fazer com esses movimentos ( esses sim) malígnos...detonar com a cultura de um povo em prol de suas crenças, provocar desavenças, guerras religiosas. Outra coisa, esta festa também é divertimento dos nossos filhos/netos, porque desde que os colocamos nesses Cursos de Inglês que eles comemoram esse dia porque faz parte do calendário festivo da instituição de ensino. Portanto, é também apedrejar e cercear a liberdade de nossos próprios filhos que tem o direito de fazer suas próprias escolhas, independente daquilo que acreditamos naquele momento. Ou vai dizer que você (quando adolescente) não comemorou? Eu cansei de comemorar no curso de inglês... não morri, não fui atropelada, não fiquei aleijada, não fui castigada e nem vou para o inferno por causa disso. O que nos faz merecer a Glória de Deus são as nossas ações e não as nossas palavras.
Mais respeito com a cultura dos outros,sô! O seu limite termina quando começa o meu.


7 comentários:

Dedinhos Lambuzados disse...

Olá ! Adorei seu post. Também acredito que uma coisa é o nosso folclore ( que tem todo o mês de agosto para ser celebrado, comemorado, curtido e alardeado, mas talvez não tenha a mesma repercussão do Halloween) e o Dia das Bruxa - que aliás é muito mais antigo do que a festa americana ou européia que está mais próxima de um carnaval fora de tempo e que acredito que faça muito mais sucesso porque as pessoas curtem gostam e precisam BRINCAR !!! e o Halloween chegou aqui para nos dar mais esta oportunidade de brincar, de nos fantasiarmos, de resgatarmos (ainda que através das crianças...ou não ) a nossa criança interna...Eu curto muito, preparo uma bagunça pra curtir com a garotada e realmente aprendi na escola americana em que fiz o primário ( porque na minha época , como meus pais eram desquitados eu não podia frequentar as escolas "normais" porque o ranço religioso cristão não me permitia conviver com as demais crianças como se eu tivesse alguma culpa pela separação deles- e aliás sofria muito com tudo isso!).
A falta de conhecimento - ignorância mesmo - é que permite essas "discussões" no mínimo bobas e descabidas...Ninguém quer "competir com o saci" não.São coisa absolutamente diferentes e portanto uma não atrapalha e nem impede ou prejudica a outra.
Parabéns pela postagem ! Bjs enfeitiçados, Mammy

Strega Mamma disse...

Parabéns pela coragem de postar sua opinião. Concordo com a sua posição e, como estudiosa do paganismo e tradições antigas ( em especial do povo Celta) peço licença para fazer alguns acréscimos. A festa conhecida por nós como Halloween tem sua origem em tempos muito antigos , quando os pagãos comemoravam o Samhain. O tema era o encerramento de um ciclo ( ano) e recomeço de um novo tempo. Encerravam se as colheitas, e se preparavam para o inverno que chegaria de forma intensa e desafiadora.Era um tempo de morte e renascimento, onde o seu Deus morria para renascer em Yule( próximo festival) e como nesta noite em especial os mundos físico e espiritual estavam separados de uma forma muito tênue eram possível entrar em contato ( sentir e perceber ) com seus antepassados ( que eram muito importante e sempre lembrados e honrados ). Por isso esta era anoite em que eles homenageavam seus mortos ( e que acabou dando origem ao nosso dia de finados).
A comemoração de Halloween atual - se comparada às comemorações originais dos povos pagãos - é como que um "folclore", pois perdeu todo o seu significado, sua essência,seu ritual, permanecendo apenas o lado lúdico, alegre e brincalhão que todas as comemorações pagãs sempre tiveram , e de uma forma até um tanto caricata.
Antes de emitir uma opinião ou um julgamento todos devemos nos informar melhor, conhecer, estudar mais para poder ter argumentos par defender seus pontos de vista. E este é o grande problema dessa discussão sem sentido que pretende virar até lei...imagine !
Bom já falei demais...
Como as comemorações de Samhain levam pelo menos 3 dias, posso lhe desejar e a seus leitores um feliz recomeço com as Bênçãos dos Antigos !

Ricardo Macagnan disse...

Também compartilho desta opinião, Silvana! Halloween não tem nada a ver com nossa cultura. Não vou entrar no mérito religioso da questão, mas apenas me atenho à questão cultural. Por que comemorar algo que é estranho à cultura e à história do povo brasileiro? Por que não comemorarmos de verdade, por exemplo, o dia de Tiradentes? Ou será que o que é diferente, "importado" é mais "chique" e mrece ser mais festejado? O que realmente me preocupa é a perda progressiva da identidade brasileira.

Abração do Macagnan!

Graça Pereira disse...

Hoje, passo para te desejar Feliz Natal e um 2013 em GRANDE!
Beijo
Graça

Impressões Amazônicas disse...

Silvana,
Adorei o seu blog. Em primeiro lugar é lindo, lindo mesmo. Me senti meio "na sua casa" e fiquei a vontade. Adorei descer aquela barrinha lateral e ir conhecendo a família, os agregados... Muito legal mesmo. Vou logo colocar um link no meu blog.
Parabéns mesmo. Já virei fã.
Abraços, do amigo sempre alerta!
Altamiro
ps - como tudo tem um defeito... esta história de estrela solitária... sei não... falta vermelho neste preto... hehehehe!

Bruna Lima disse...

Oi!
sua opinião, como muitos ja relataram aqui, é semelhante a de tantos leitores, inclusive eu.
Se os brasileiros negam sua paternidade, fica um pouco complicado isso. A pátria precisa do amor de seus filhos, e nossa cultura rica como é, merece muito mais atenção (:

JOSÉ ROBERTO AZAMBUJA BORGES disse...

Gosto muito deste espaço, mas discordo de sua opinião. Posts como este só colaboram pra detonar a cultura brasileira e fortalecer o preconceito contra ela. Nada tenho contra a cultura de outros países. Mas sou brasileiro e priorizo a nossa cultura. Só mais uma coisa: vc disse que no Brasil já existe dia do Saci, da mula sem cabeça e outros personagens do folclore brasileiro? Então, pfavor, informe que dia é.