domingo, 10 de outubro de 2010

ÔCHE, DEU BODE !


Quem nunca ouviu falar no bode Bito, um dos mais importantes símbolos da cidade de Riachão do Dantas ?
Pois é, eu fui até lá buscar essa história para vocês.
Foi assim:
Comprado pelo seu dono, ele deveria ser transformado numa buchada, prato típico da culinária nordestina brasileira, mas acabou virando atração na cidade e ganhando fama nacional e até internacional.
Riachão do Dantas é uma cidade localizada a 99km de Aracaju e, coincidência ou não, esse animal acabou ajudando a divulgar a localidade, que possui pouco mais de 20 mil habitantes.
Participante ativo de todos os eventos da comunidade, bode Bito - que não perdia um enterro, desfile ou procissão - veio a falecer no dia 29 de julho de 2007, aos 18 anos, deixando a população inconsolável.
Ele era tão querido pelo povo, que ganhou até uma estátua na entrada da cidade em sua homenagem. Verdade !
Mas os moradores se queixam que ele não teve uma despedida à altura de sua fama, pois o bode não deixava de acompanhar todos os cortejos fúnebres que aconteciam.

É pessoal, o bode Bito se foi, mas sua história ficará para sempre.
Inclusive aqui.
 

10 comentários:

Anabela disse...

Tadinho!Fiquei com pena depois de ter lido a tua historia e saber que ele morreu,tenho um selo no teu blog

Anabela disse...

desculpa,queria dizer que tenho um selo para ti no meu blog,bjs

Vivian Sbrussi disse...

Oieee querida amiga!!!

vim ver as novis...
te desejar um ótimo fds...
te deixar um beijinho...
e te oferecer um selinho: Esse Blog é Show

link:
http://viviansbrussi.blogspot.com/2009/09/selinho-esse-blog-e-show.html

bjoooo

Anabela disse...

Os selos são pequenos mimos que oferecemos as amigas blogueiras,clicas com o rato em cima da imagem e copias a imagem para uma pasta,talvez ambiente de trabalho,depois escreves uma nova mensagem onde dizes que recebeste esse selo do blog tal e respondes ao que te pedi,bjs

RENATA RZ disse...

Mas que bode consciencioso, né?

Amigo, fiel, companheiro de todas as horas inclusive todos os enterros!


Adorei a história!

Eco-kisses

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

Um luxo só o seu blog, uau! Variadíssimo, colorido, informativo, afetivo, poético e ilustradíssimo. Menina que inveja! Não trenho um décimo de seu talento e de sua habilidade para montar esse caleidoscópio!
Parabéns, demais!!!
Sucesso, sempre, pra você!
Abraço

ALFRAPOEMAS disse...

Foi muito longe dessa vez, Silvana! Eu já conhecia a história do bode Bito, só não imagirava que você fosse capaz de resgatá-la. Parabéns pelo feito!

Alfrânio

Raquel RFC disse...

Olá, vim agradecer e retribuir a visita. Gostei muito do seu blog.A idéia do conteúdo é muito boa:)
Desejo sucesso.

Abs
Raquel blog

Daniel Savio disse...

Putz, esta e não sabia, mas tem animais que acabam aderindo a cada costume, por exemplo, li na Revista As Aventuras na História que tinha um jumentinho que fazia uma trilha para entregar, sendo que ninguém via guiando ele, sendo que ele parava nos pontos certinho, e fica esperando alguém buscar e encomenda, sendo que muitas vezes, mesmo não tenho encomenda nenhuma para entregar, tinha de vim alguém para fingir buscar algo, apartir dai, ele continuava a viagem...

Fique com Deus, menina Silvana Nunes.
Um abraço.

Veruza disse...

Adorei conhecer a historia de Bito! Amo seu blog!