sábado, 7 de julho de 2007

Eu e Dom Ariano Vilar Suassuna - uma história de amor à primeira leitura.


Bem, continuando a minha história, aos 12 anos de idade li um livro para fazer uma peça no Colégio Estadual Sobral Pinto, chamado "O Auto da Compadecida" de Ariano Suassuna, um escritor para mim, naquela idade, desconhecido. Nunca mais parei de ler Ariano desde então. Apaixonei-me por Chicó, sua língua, seus costumes, suas histórias; pelo "Movimento Armorial", realizando uma arte erudita a partir de raízes populares da nossa cultura; por "D.Diniz Ferreira Quaderna", pela "onça Caetana" e tantos outros personagens - Dom Ariano Vilar Suassuna e foi um divisor de águas em minha vida: ao ler aquele livro com apenas 12 anos não imaginava que, naquele momento, meus caminhos tinham sido traçados. "A Pedra do Reino", posteriormente, tornou-se meu livro de cabeceira - já li umas três vezes. Este ano, no dia 29/05/2007 na Escola de Magistratura do Rio de Janeiro, em comemoração aos 80 anos desse escritor fantástico e carismático que me ensinou, através de sua literatura, a amar a minha língua, minha terra e minha gente, consegui chegar pertinho dele e tirar algumas fotos, dentre elas a que vou postar aqui momentos após ter autografado meu livro "A Pedra do Reino".

2 comentários:

marta indig disse...

Oi, Silvana:
Adorei o seu Blog! Gostei pela sua iniciativa, criatividade, simplicidade e, principalmente, porque através dele você pode mostrar a pessoa simpática que é e o quanto respeita e ama seus amigos e família.
Beijos da colega da faculdade e amiga, se precisar...
Marta Indig

Luh disse...

Oi, Silvana!
Amei seu site, super interessante!
Certamente, farei dele uma visita (sempre que puder) diária.
Beijo!
Boa sorte!
Luh.