segunda-feira, 12 de abril de 2010

O REI E O VASSALO.

A nossa vida é um texto
Que deve ser pontuado
De maneira cuidadosa
Porque um sinal errado
Por mais ingênuo que seja
Muda um significado.

Era uma vez, um rei. 
 Num certo dia, um de seus vassalos foi condenado à morte.
Todos os recursos
já haviam sido usados em sua defesa, mas, enfim, era chegado o triste momento.
O carrasco
seguia com ele em direção à forca.
O rei, disse:
- Um momento ! Vou dar-lhe a última chance, meu rapaz ! Uma vírgula, no lugar certo, poderá salvá-lo.
E escreveu a seguinte frase:

"Se a Lei condena eu não posso livrá-lo".

E aí? 
Se fosse você,onde colocaria a vírgula para salvar o vassalo?

(Desconheço a autoria da foto publicada acima)

14 comentários:

Anônimo disse...

Se a Lei condena eu não, posso livrá-lo.
Pois quem sou eu para condenar alguém, com tantas reticências no meu texto. Muitas interrogações borboleteiam os meus parágrafos e eu exclamo: Quero você!
E eu sei que você também me quer.
Mas meu texto anda repleto de sinais errados e eu não tenho capacidade de retirá-los. Quem poderá?

Sandra Mello disse...

Parabéns pelo blog!
Amei e visitarei mais vezes.
Um abraço fraterno paz e bem.

O Árabe disse...

Se a lei condena, eu não; posso livrá-lo. Acho que sou meio reacionário, não? Boa semana, amiga!

Blog Consuma com Moderação disse...

"Se a Lei condena eu não, posso livrá-lo".
Amei seu blog, vim retribuir a visita.
Beijos, Boa semana!

Zilda Santiago disse...

Vim conhecer e adorei,já pelo título do blog,altamente sugestivo(vi lá no buzz da Dora)e o texto é muito bom.
SE A LEI CONDENA,EU NÃO,POSSO LIVRÁ-LO....Claro que vou seguir seu blog.

Dora Regina disse...

Parabéns, seu blog é excelente.
Com certeza voltarei outras vezes.
Um grande abraço! Uma ótima semana!!

Pérola disse...

Se a lei condena,eu ñ posso livra-lo.
Um beijo amada.Amei a sua postagem.
Eu vou visitar o seu outro cantinho.
Beijokas.

Amapola disse...

Boa noite, Silvana.

SE A LEI CONDENA EU NÃO, POSSO LIVRÁ-LO.

Adorei! Ainda mais eu, que sempre erro, colocando vírgula onde não precisa.
Muito obrigada.

Um grande abraço.

Regiane disse...

Se a lei condena eu não, posso livrá-lo!! BJOOO e uma excelente semana

Rui da Bica disse...

Há muitos anos, um país tinha um ditador. A oposição colocava cartazes, contra.
Um deles, a ser preparado, dizia:
"Fulano deve morrer não faz falta ao país."
A polícia política descobriu o autor a escrevê-lo e prendeu-o.
Ele justificou-se dizendo que estava do lado deles, que eles estavam enganados, que ainda não tinha posto a pontuação.
O cartaz iria dizer:
"Fulano deve morrer ? não. faz falta ao país."
.

Si Arian disse...

Bom dia, Silvana
Passei por aqui para te agradecer a sua visita.
Parabéns pelos seus textos.
Voltarei mais vezes pra te visitar, seja sempre bem vinda ao meu blog.
Se a Lei condena, eu não posso livrá-lo. rsrsrs... Não sei se o absolvi ou o condenei...rsrs
Uma ótima semana pra ti. Beijos da Bruxa Si Arian

Jaime A. disse...

Se a lei condena eu não, posso livrá-lo.

(rs rs rs rs eu não vi qualquer comentário... :)

Daniel Savio disse...

Sou da mesma opinião do primeiro...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Tida disse...

Gostei muito de tudo o que vi por aqui.
Sou uma Maria-virgulina, quase sempre erro ao colocá-las.
Estava pensando em escrever justamente sobre os meus erros de pontuação-vrgula`. Posso usar este texto para ilustrar?
Muito bom mesmo o seu trabalho. Prova disso é o tempo que este texto está sendo lido e comentado.