quinta-feira, 8 de abril de 2010

A PEDRA DO PICO E A ALAMOA.

Eu ouvi dizer que lá pelas bandas de Fernando de Norinha, os antigos detentos do presídio da ilha  contavam que nas vésperas de tempestades, quase sempre à meia-noite, aparecia na praia uma mulher lindíssima, muito alta, com longos cabelos louros e completamente nua, dançando ao som do bater das ondas, iluminada pelos relâmpagos. Seus pés pareciam não tocar no chão e sim flutuar na areia. 
Era a alamoa, feminino de alamão (alemão), pois conforme a interpretação popular, mulher loura naquelas paragens só poderia ser alemã.
Aqueles que sucumbem a seus encantos vêem-na se transformar em um esqueleto. Para alguns, é uma alma penada, à procura de um homem forte que a ajude a desenterrar um tesouro escondido.
A pedra do Pico é a sua morada. Em noites de lua cheia, a pedra se fende, abrindo-se uma porta, por onde sai uma luz. 
A bela alamoa baila atraindo sua vítima. Aqueles que entram em sua morada, logo constatam com horror a terrível transformação. 
Seus belos e brilhantes olhos transformam-se em dois buracos e ela vira uma caveira horripilante. 
Então, a fenda se fecha e o pobre homem nunca mais é visto.
Seus gritos de pavor, no entanto, ainda ressoam no local durante muitos dias.

49 comentários:

Anabela disse...

eu gosto deste tipo de lendas e fica a imaginar essas imagens...,bjs

Fatima disse...

Goste muito!
Ainda não conhecia.
Minha filha amou o seu blog.
Bjs.

PATRICKÍSSIMO disse...

Olá Silvana!

Aqui vejo o mar bater nas pedras!
E vai batendo a velha noite!
As sereias são meninas!


Ótimo saber que por aqui existem lendas e cidades!

Estive por aqui novamente.

Regina d'Ávila disse...

Que lenda maravilhosa, eu não conhecia...
Neste nosso Brasil existem histórias lindas.
Alemoa...hahaha...eles falam, realmente, assim, não é?
Que blog delicioso amiga...
Passarei sempre para saber como foi que você ouviu dizer...
Obrigada pela sua visitinha, passe sempre para um cafezinho..
Super beijossssss
Regina.

Rodrigo "ARANHA" Rodrigues disse...

Professora,show de bola este artigo de Fernando de Noronha. Mostra que o nosso pais é muito rico em beleza, mas o nosso povo tem que aprender a cuidar disso.

Eu vi sua msg no msn. Estou em ferias no trabalho e volto dia 3/5. Estamos orando pelas vitimas em Niterói.

Bjs, professora! Espero conhecê-la pessoalmente um dia!famiffin

Juliana Pires de Sousa disse...

Bem assustadora essa lenda!!!

Beijos

Graça Pereira disse...

A lenda de hoje, é maravilhosa...quase parece um filme,
É interessante como estas lendas se propagam através de gerações...e ainda bem!
Um beijo e bom fds
Graça

M. disse...

É o que dá cair em tentação... ;)
Que blog lindo!
Bjs,
M.

ESpeCiaLmente disse...

Que sitio lindo. Adoro pedras, rochas e água! :)

Rocio Rodi disse...

Fazemo-nos valer das hipérboles, metonímias, parábolas, narrativas mil, do Outro, de nossa Outridade para conhecer mais nossos sentimentos e emoções, nossos gritos contidos, nossas alegrias transbordando, os mitos transvazam o/do espírito humano, a cultura se universaliza mas também passamos através dela por um processo de subjetivação. Neste momento vejo e sinto alguns horrores soterrados nos morros e gritos de pavor e desesperos me chegam aos ouvidos, mexe com a nossa alma planetária. Muitas vezes lendo o que nos proporciona conhecer/rever da cultura brasileira por aqui nos inscrevemos fortemente nesta tela e navegamos por novos sentimentos, diante do vivido e percebido no momento "global"... O Rio é o mesmo? E o planeta a partir dele? E nós? A vida continua... (hic et nunc)?

PROF. HERMES EDGAR MACHADO JUNIOR disse...

Olá, Silvana!
Que bom que vc me adicionou, pois agora
vou poder conhecer teus trabalhos, o que
já estou fazendo e ficando maravilhado. Sou
prof. de história, mas meu "forte" mesmo são
as ciências esotéricas, filosóficas e psicológicas.
Parabéns pelo seu trabalho!!!
Bjs

Naty Araújo disse...

Que lindo... não conhecia.
Encantador.

Beijos, Sil.

Lilazdavioleta disse...

O imaginário é tão importante para a nossa alma , sem ele a vida era ainda mais prosaica .
Continua a ser tão delicioso o " era uma vez " e o " faz de conta " .

A magia , em muitos dos seus aspectos ,mantem - nos jovens e até crentes .

Obrigada pela partilha .

Beijos ,
Maria

Ana Martins disse...

Boa noite Silvana,
a lenda é bonita, chega no entanto a dar arrepios.

Beijinhos,
Ana Martins

Leci Irene disse...

Puxa, chegar aqui é conhecer sempre algo novo!
Gostei. Não a conhecia...
Beijos

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde, meus amigos.
A pedido de meus amigos, estou inaugurando hoje o "MEU CADERNO DE RECEITAS".
Quem quiser prestigiar o meu trabalho, é só ecessar:

http://blodasreceitas.blogspot.com/

Um grande abraço para todos.

Elaine Barnes disse...

Adoro esssas lendas! Essa nunca ouvi falar e achei linda. Claro que na parte da lua onde a fenda se abre e há a transformação,deu um medinho,mas,como é simbólico...Nem vou falar o que interpretei rs... Parabéns! Montão de bjs e abraços

♥Cantinho da Nete ♥ disse...

Passando pra agradecer a sua visita ,agradecer por vc seguir meu blog,e eu gostei muito do teu blog e também já estou seguindo.
beijos

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

¨¨ /// \\\
¨¨//'_'\\\\
.¨/||^|^\\\
¨))\_ - _/((\
')))_/.".\_)\))
))/_--. .--_|)))
)/ /(¨.\/.¨)\ \)
/ /¨\¨¨¨./¨\ \
\ \¨')¨¨.'(¨'/ /
.\ \'/¨¨¨.'\'/ /
¨\'/'.. ... ...\'/
.¨/¨.. ... ..'¨\
_/'_,-,__,-,_\_
'--'\¨¨.Y¨¨/'--'.
.¨¨\¨¨|¨./ ... Oiiieee amiga!

vim ver as novis e te desejar um ótimo restinho de semana!
adoroooo quando vc me visita!

=D

K disse...

lindo conto!
...ainda estou lendo os outros posts... são deliciosos!
a forma como você ouviu dizer nos dá mais vontade de ouvir também!

parabéns pelo blog!

piedadevieira disse...

Oi, Silvana
Senti a tua falta no meu blog. O que será que aconteceu?
Vê-la como amiga é um prazer, assim como ler suas histórias encantadoras e misteriosas.
Beijos.

Lourdes disse...

Silvana
O local parece ser muito bonito, mas a lenda é arrepiante. Adorei conhecer mais uma desse grande país tanto em extensão como em cultura.
Beijos
Lourdes

mãe rã disse...

uuu, esta é daquelas que arrepiam só de imaginar, será que temos de ter cuidado com os "alamões"?
:-)

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Silvana

Não há dúvida de que as lendas e contos populares são uma delícia e cada povo tem os seus.
Essa figura de sereia alemoa decerto sofreu muito com uma alta traição por parte de algum homem a quem amou. Agora, claro, vai-se vingando. É curioso como este tipo de comportamento se encontra na realidade, no nosso dia-a-dia, não é amiga?
Aproveito para lhe desejar bom fim-de-semana.
Beijinho
António

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Silvana

Não há dúvida de que as lendas e contos populares são uma delícia e cada povo tem os seus.
Essa figura de sereia alemoa decerto sofreu muito com uma alta traição por parte de algum homem a quem amou. Agora, claro, vai-se vingando. É curioso como este tipo de comportamento se encontra na realidade, no nosso dia-a-dia, não é amiga?
Aproveito para lhe desejar bom fim-de-semana.
Beijinho
António

Barbara disse...

Vou voltar prá mostrar pros meus netos.
Gostei e sabe que nem duvido tanto?
Espectros - se há os do cotidiano ( e não?)- por que não pode haver os das lendas?

Ateliê Tribo de Judá disse...

Gostei muito dessa postagem, rsrsrsrs me fez lembrar quando criança em férias no interior de pernambuco no sítio do meu tio ele reunia os sobrinhos e irmãos para contar histórias horripilantes, achando pouco lá pelas tantas ele pedia ao mais medroso para ir pegar água para ele na cozinha kkkkkkkk (tadinho do meu primo)kkkkkkkk
Eu morei em Recife durante 15 anos e as lendas por lá são bem comuns...
Amiga te desejo um ótimo final de semana.
bjs
Joelma

Kotta1947 disse...

Silvana entrei por acaso na tua casa e adorei conhecer essa lenda.Mas só mesmo a tentação de seguir a bela loura é que levaria um homem a ficar refém nessa muralha. Bjo.

Regina Rozenbaum disse...

Sil, amada!
Passei prá saber como vc está aí na serra, seus amigos, familiares com toda essa tristeza ocorrida nesse nosso Rio de Janeiro lindo! Desejo que tudo esteja bem, com a proteção do PAI.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Rui da Bica disse...

Mas que lenda assustadora, de arrepiar os cabelos, querida Silvana.

Não referiu ainda o que se tem passado por aí com o mau tempo...
No Rio e em Niterói tem sido horrivel !
Não há problemas consigo, minha amiga ?

Amanhã Sábado, passe pelo meu Blog. Terá lá uma surpresa que vai gostar ! :))
.

ONG ALERTA disse...

Talvez um dia o homem aprenda que existem bens maiores...paz.

Luciana P. disse...

Deu até arrepio esta fenda, quer dizer, essa história, hahahaha. Muito Boa! Adorei o post!

Beijos pra ti!
Bom final de semana!

Lilá(s) disse...

São lendas maravilhosas e é bom haver alguém que não as deixe morrer.
Bjs

Renata Bomfim disse...

OLa minha linda, obrigada por sua visita ao letra e Fel. Não sou preofessora da Estácio. Adorei seu Blog, vibramos no mesmo diapsão!
beijos
renata

Nanda disse...

Que blog interessantíssimo! Tão belo como o Rio... Seguindo-te, claro!
Bj!

cantinhodacasa disse...

Olá. Cheguei a este blog, através do Rui, do blog coisas da fonte.
Gostei do que vi e adicionei-a.
Gosto de ler outras histórias.
Logo esta , muito interessante, onde a minha sobrinha está a passar férias.
Virei cá espreitar, está garantido.


Beijinho.
Maria

Isa disse...

Como gosto destas "estórias",como as devoro e fixo!E vc conta tão bem!
Obrigada pela partilha.
Beijo.
isa.

Dilberto L. Rosa disse...

Ah, como são belas as lendas de praias desertas... Aqui no Maranhão é famosa a de que D. Sebastião, Rei português desaparecido, aparece em forma de touro encantado para proteger trechos da praia dos Lençóis... Abração!

Pimentinha Brasileira disse...

Muito interessante seu blog.
Conheça o meu: pura pimenta!
Abraços!

Viiii disse...

O que me encabula nessas histórias é que, se ninguém voltou, como que alguém pôde contar a história???rsrsrs
Mas não deixa de ser uma lenda bonitinha!
Beijos

Maria Bonfá disse...

estou de volta querida. estou bem graças a Deus.. obrigada pela paciencia.. amei essa historia.. minha imaginação ficou a mil.. adoro te ler.. lindo domingo para ti e sua familia..beijão

Bergilde Croce disse...

Silvana,belíssima imagem de Noronha,como todas que você publica aqui e a lenda da mulher 'alamoa' então,de arrepiar!*Se notar que estou menos frequente ao blogspot é porque estou aproveitando mais os dias de sol daqui que são raros no deocrrer do ano...Abraços sempre,Bergilde

Angela Reis (Luna Luz) disse...

Maravilhoso texto, muito bem esceito. Ainda não conhecia essa lenda. Obrigada! Aqui a gente aprende, isso é bom! Vou contá-la aos meus sobrinhos tenho certeza que irão adorar!!

Um domingo iluminado!

Deus te cuide =*

bjos

finityster disse...

Oi Silvana,
Gosto de mais de suas lendas, não é atoa que sou seu seguidor.
parabéns,
Jorge
(http://blogdojorge2.blogspot.com)

Aline Sideris disse...

Isso sim é que é blogueira hein! Tantos blogs que eu não sabia para que lado olhar! rs

Menina,quanta cultura! Tô amando isso aqui!
Amei a visita, volte sempre que estou numa fase inspirada pra postar,tenho que aproveitar né! haha

Beijinhos

Luis disse...

Amiga Silvana,
Adoro Lendas e esta é na verdade muito interessante. Não se percebe a estória da alamoa a não ser que tenha havido um naufrágio de barco alemão e uma alemã tenha dado à praia. Terá sido assim ou estou para aqui a especular?
De qualquer forma gostei-
Um beijinho muito amigo.

EternoAprendiz disse...

Nunca ouvi falar e já estou com pena do coitado que não resistir aos encantos dessa Alemoa!
Parabéns Sil pelo post e por esse Blog a quem ofereço o Prêmio Blog de Ouro!
Uma doce semana! Beijos!

...Noêmia! disse...

Olá, Silvana!
Obrigada pelo comentário lá no meu blog!
Infelizmente por motivos um tanto chatos, não estou comentando os blogs amigos! Mas os vejo sempre, para estar actualizada!
Adoro passar por aqui!
Beijos!
:o)

Daniel Savio disse...

Interessante, mas se fosse para desencavar um tesouro, ela não mataria o cumplice antes de desenterra-lo...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.