domingo, 28 de março de 2010

ALGUÉM AQUI É SUPERSTICIOSO ?

Do latim. superstitione. 
O Dicionário Aurélio define superstição da seguinte maneira:

1. Sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes; crendice.

2. Crença em presságios tirados de fatos puramente fortuitos.
3. Apego exagerado e/ou infundado a qualquer coisa

Quem é que nunca entrou em um casa nova com o pé direito ou não bateu na madeira para isolar o azar? Algumas supertições já fazem parte do dia-a-dia das pessoas.
É comum ouvir que nós, brasileiros, somos um povo muito supersticioso, talvez seja por sermos um povo mestiço: a cultura indígena com o espiritismo africano, misturado a práticas supersticiosas católicas, moldaram esses 500 anos de crendices brasileiras.
Você sabe o que isso significa? 
Uma pessoa supersticiosa possui apego infundado a qualquer coisa que lhe dizem, crê em fatos sem fundamento real, segue conselhos que nascem da crendice popular. É algo que passa de avós para netos, entre amigos, de geração a geração, é a chamada história oral.
Portanto, a explicação para isso se encontra dentro da psiqué de cada um de nós, das nossas experiências de vida.
Se algum dia alguma pessoa fez algo que deu certo e ela começa a atribuir isso à sorte: é o técnico de futebol que usa sempre a mesma camisa em jogos decisivos; é aquela pessoa que sempre usa a mesma caneta para fazer uma prova ou ainda aquele outro cidadão que sai com uma mesma medalhinha que lhe serve de talismã na hora de viajar - ela passa a atribuir ao amuleto a certeza de que aquilo está funcionando e isso funciona psicologicamente muito bem.
Vejamos abaixo algumas superstições bastante conhecidas e avalie você mesmo o quanto é supersticioso ou não.

 . Cruzar com gato preto na rua dá azar.
. Jogar sabão para Santa Clara faz parar de chover.
. Chinelo ou sapato com a sola virada para cima, o pai ou a mãe podem morrer.
. Sol com chuva, casamento de viúva.
. Quem não fica feliz por achar um trevo de quatro folhas? Opa, é sorte garantida para todo o dia.
. É sempre bom ter uma pimenteira dentro de casa, evita o mal olhado.
. Apontar estrela com o dedo faz nascer verruga.
. Mulher que tem o segundo dedo do pé maior que o primeiro, manda no marido.
. Cortar cabelo na sexta-feira Santa
não cresce mais.
 . A maneira mais eficiente de encontrar algo que desapareceu é dar três pulinhos para São Longuinho.
. Para dispensar uma visita chata, é só deixar uma vassoura de cabeça para baixo atrás da porta. 
 .Crianças que montarem em vassouras serão infelizes. 
 . Varrer a casa à noite expulsa a tranqüilidade
. Sexta-feira 13 é dia de azar e do lobisomem.
. Agosto é mês do desgosto .
. Assobiar à noite chama cobra.
. Se você colocar a meia do avesso, não se preocupe: sinal de que uma boa notícia está para chegar. 
. Comer manga com leite faz mal.
. Jogar sal no fogo espanta o azar.
 . Se sua orelha esquentar de repente, é porque alguém está falando mal de você. Nesse caso, vá dizendo o nome dos suspeitos até a orelha parar de arder. Para aumentar a eficiência do contra-ataque, morda o dedo mínimo da mão esquerda: o sujeito irá morder a própria língua.
. A pessoa que é pulada não cresce mais.
. O número 7 é o número da mentira.
 . Dentro de casa, o guarda-chuva deve ficar sempre fechadinho. Segundo uma tradição, abri-lo dentro de casa traz infortúnios e problemas aos familiares.

. Quem passa debaixo do arco-íris vira de sexo.
 . Aranhas, grilos e lagartixas representam boa sorte para o lar. Matar uma aranha pode causar infelicidade no amor.

Quem come banana à noite, passa mal.
 . Deixar um copo de vidro cheio de sal grosso no canto da sala, traz sorte.
 . Se tivermos um gato e formos mudar de casa, é bom passar manteiga em suas patinhas, para que ele não volte para a casa antiga.
 . Ver uma borboleta amarela voando, traz sorte para o dia.
. Três velas ou três lâmpadas acesas em um mesmo quarto podem ser prenúncio de morte. . Acender três cigarros com um mesmo palito de fósforo também significa perigo. 
. Quem canta na quaresma vira mula - de - padre.
 .Na hora de acordar, abra os dois olhos ao mesmo tempo para ver tudo com clareza e não ser enganado por ninguém. Ao levantar, procure dar o primeiro passo com o pé direito para atrair boa sorte e felicidade. 
 .  Faça um desejo ao cortar a primeira fatia de seu bolo de aniversário. 
Ponha um caroço de melancia na testa e, antes que ele caia, faça um desejo. Jogue uma moeda numa fonte. Só faça um desejo quando a água parar de se movimentar e você enxergar o seu reflexo. Os gregos atiravam moedas em seus poços para que estes nunca secassem. 
. É bom fazer um desejo ao usar um sapato novo pela primeira vez. 
  . Devemos sair de casa e entrar em qualquer lugar, sempre com o pé direito, para evitar o azar.
 . Sua mão esquerda está coçando? Então, prepare-se para receber um bom dinheiro extra. Se por acaso a mão que estiver coçando for a direita, tome cuidado: é provável que perca uma grande quantia. 
 . Coceira na sola do pé significa viagem ao exterior. 
 . Ter um elefante de enfeite  sobre um móvel qualquer, sempre com a tromba erguida mas de costas para a porta de entrada, evita a falta de dinheiro. 
 . Uma figura que garante carteira cheia é o Buda. Ele deve ficar em cima da geladeira, sobre um prato cheio de moedas.
 . Viu uma estrela cadente? Faça um pedido rápido, porque, segundo a crença, é garantia de que ele vai se realizar.
 . Quem comer muito à noite tem pesadelos.
. Passar debaixo da escada é má sorte.
. Quebrar um espelho, dá sete anos de azar.
. Colocar bolsa no chão faz o dinheiro acabar.
 Existem algumas crenças para tentar adivinhar: pedir a futura mamãe que mostre a mão uma delas. Se ela estender com a palma para baixo, será menino. Se a palma estiver para cima, nascerá uma menina. Isso sem contar com a linguagem do ventre: se for pontudo e saliente, sinal de que um menino está para chegar. Arredondado e crescendo para os lados? Menina à vista.
São tantas, cada uma mais curiosa do que a outra. Uma delas é a tradição de jogar arroz nos noivos. Ela teria começado na China há 2.000 anos. O arroz, na cultura chinesa, significa fartura. Por isso, se o casal se casa com uma chuva de arroz, ele nunca vai passar necessidades. Isso nasceu de um chinês muito rico na época que resolveu fazer o casamento da filha debaixo de uma chuva de arroz e as pessoas passaram a fazer igual.

 Ufa ! Cansei.
São tantas, difícil de lembrar.
Se você conhece alguma, então aumente a lista.

Eu confesso que a história  do chinelo virado me acompanha até os dias de hoje.
Mas quem não tem medo de perder os seus pais ?

Fonte: O Guia dos Curiosos.
(Desconheço a autoria das fotos publicadas acima)

41 comentários:

Renata Boechat disse...

Infelizmente as que eu conheço você já citou...mas confesso que me incluo em varias dessa lista enorme...e não tenho vergonha de dizer, já que isso me acompanha desde que nasci, cresci ouvindo essas superstições, seria difícil deixá-las de lado agora...chinelo virado? Nem pensar...rsss...
Gostei de ler, alias, sempre gosto de ler seus posts!

um bom domingo, ate mais!

Maria Bonfá disse...

eu não sou de ficar me roendo de supertições.. mas engraçado quando vejo um chiinelo virado ja desviro.. mas nem sei o porque. apenas não consigo ficar sem virar para cima..papai e mamãe ja se foram.. deve ser mania mesmo.vc é mesmo incrivel.. suas historias sempre me fascinam.. é tanta coisa que eu aprendo aqui.. adoro.. desculpe minha sumidinha..não estava muito bem.. aí menina fico enroladinha num cantinho.. leu meu mini conto..faz de conta ? se leu vai entender.. lindo domingo para ti.. beijão querida

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia, meus queridos leitores.
Peço desculpas pela minha ausência no blog de cada um, ainda estou sem internet, sem computador e sem óculos. Tive de vender para poder comer, já que pela idade não tenho oportunidade de trabalho aqui na cidade onde moro.
Peço desculpas pelas eventuais falhas no desenrolar do meu texto, tenho um grau muito forte na vista, o que dificulta na hora de ler e escrever.
Mas tenham a certeza de que os escrevo com muito carinho, pois adoro contar histórias para vocês.
Uma boa semana para todos.
Saudações Educacionais.

Hazel disse...

Querida Silvana,

Acho muito precioso essas crendices populares, pois existe sempre algum fundamento nelas. E muitas batem certo!

Uma pérola, este post!

Beijos mágicos!

Xunandinha disse...

Sou bastante supersticiosa.Espero que tudo fique bem.beijos Portugueses

Vitor Chuva disse...

Olá Silvana!

Problemas, parece não lhe faltarem: Espero, sinceramente, que a sua situação se possa resolver em breve em relação ao essencial, e também para que nos possa continar a contar as suas bonitas histórias.
E esta deve ter-lhe dado imenso a trabalho a pesquisar e preparar já que é tão vasta, e lindamente contada - como sempre.
Eu, não querendo destoar do tom da história que hoje aqui nos tráz, não sou supersticioso; nem sei se isto será bom, ou mau - mas não sou.
Mas se fosse, então escolheria essa associada à comichão da mão esquerda; podia ser que daí tirasse algum proveito ...
beijinhos; bom domingo.
Vitor.

Bloguinho da Zizi disse...

Querida Silvana
Eu conheço a da Santa Clara, para fazer parar de chover, mas é jogando um ovo no telhado do vizinho. E olha só, eu assino embaixo, pois no dia do meu casamento chovia muito e depois disso a chuva parou.
Uma nova pra sua lista:
quando vc tiver um fio, uma linha, lã , uma correntinha enroscada, e que está muito dificil de soltar é só pensar numa pessoa bem fofoqueira que automaticamente começa a desenroscar.
Essa eu também testei. rsrsrsrs
Saude e paz
beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

Querida,
com todo meu conhecimento e estudos já passei por situação assim, sei perfeitamente o que se passa contigo. Mas não há mal que perdure para sempre, estarei aqui torcendo muito. Às vezes precisamos pensar diferente do trivial que é ter um emprego, às vezes é preciso usar a criatividade e tentar pensar a nosso favor e não à favor de algum patrão. A necessidade é a mãe da criatividade...pense e muita fé. Vai dar certo!
beijos

Silvia disse...

Oi, Silvana
não acredito em supestições, inclusive passo por baixo de escadas, e outras coisas ditas "proibidas". Mas acho tri interessante essas lendas e crenças e claro, não deixo de ler e apreciar.
Abraço e desejo tudo de bom pra ti.

ValériaC disse...

Silvana querida, é verdade, somos cercados de superstições por todos os lados... muitas que você escreveu, eu não conhecia, muito interessante. Não me acho supersticiosa, mas de repente... diante de tudo acabei de ler, mesmo que sem perceber , de vez em quando, acabe sendo um pouquinho.
Lindo final de semana amiga...
Beijos

AROMA INGÁ - Dani Grossi disse...

Adorei o poste, dei muitas risadas!
Afinal, quem nunca desvirou o chinelo com medo da mãe morre?!
Bjinhussss

manuel marques disse...

Evitar as superstições é uma outra superstição .

Beijo.

Vitor Chuva disse...

Olá(de novo) Silvana!
Acredite que compreendo muito bem o que estará a sentir, não da mesma forma que você, naturalmente.
Essa realidade não é apenas exclusiva do Brasil; eu diria que é de todo o mundo, ou quase.
As pessoas passaram a ser encaradas como apenas mais um instrumento de trabalho, tal como uma qualquer máquina-ou peça de ferramenta.É triste, mas é verdade: quem manda é o dinheiro, também chamado de economia, a nova religião do nosso tempo - e também a mais poderosa.
Olhe! Não desanime, tem que tentar; não pode fazer outra coisa. Vá-nos contando as suas bonitas histórias, que são sempre uma forma de libertação do stress, a doençã da nossa "civilazação", criada por esta desumanização cega que se instalou na sociedade.
Um abraço grande, e beijinhos.
Vitor.

as arteiras disse...

Olá, Silvana!
Não sei o que está acontecendo com o meu PC, coloquei o seu link, para que eu possa acompanhar. E não é sempre que ele aparece. Quando vou ver já passou um monte de postagens.
Adorei esta sua postagem.
Também se pode colocar um ovo para Sta. Clara, para parar de chover.
Minha sogra, às vezes, faz isso.Ela coloca no parapeito da janela.
Guardar 7 semntes de romã, na véspera do dia primeiro de janeiro para ter sempre dinheiro.
guardar uma folha de louro na carteira, para nunca faltar dinheiro na carteira.
No dia de São José, 19/03, ganhar um saquinho amarelo com uma moeda, para nunca faltar dinheiro em casa.
Sei bem da sua situação, não precisei me desfazer de nada, mas já passei por uns bocados. Ficarei torcendo para que as coisas melhorem prá vc.
Tenha uma linda semana!!
Bjs!!!
As arteiras

lucidreira disse...

Risadas, mas, se eu fosse superticioso esta lista me seria uma rol de receitas para a supertição! Tenho orror a essas crenças, e aqui comigo em casa tenho duas pessos que são da mesma forma que eu, minha milher e meu filho, não ligamos para isso.
Como vc diz o bresileiros é místico desde que nasceu a naçaõ pela mistura dos povos que aqui povoaram e ainda povoam.
Muito legal a matéria, parabéns.

Karla Gisele disse...

Oi Silvana!
Adorei!
D fato existem pessoas que precisam de superstições para viver, superar obstáculos ou até evitá-los. Faz parte da cultura, mas particularmente acho uma bobagem. Conheço todas essas que vc citou e não cultivo nehuma delas. Tenho vivido bem assim...

Super beijo e um ótimo domingo!

Felina Mulher disse...

Superticiosa eu sou!Não abro guarda-chuva dentro de casa, sapato virado nao deixo, nao pego em tesoura aberta, não deixo sal cair no chão, se estou indo pra algum lugar e no meio do caminho preciso voltar, vão regresso mais onde ia....e por ai vai.


Um beijo amiga.

Renata disse...

Oi Silvana, sim nos somos parentes, na verdade todos os Boechats são parentes…o Boechat da Band é meu primo de longe, e eu também acho que ele e um excelente repórter!
Obrigada pela lembrança, tudo de bom!

Manuela Freitas disse...

OLá Silvana,
O teu blogue é óptimo, passo por cá e leio encantada o que escreves, mas nem sempre deixo comentário, desculpa, mas o tempo não dá para tudo!...
Não sou supersticiosa, mas já ouvi muitas das que escreves, os portugueses também deixaram por aí alguma coisa!...
Beijinhos,
Manuela

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

Oieeee amiga!
vim agradecer a sua doce visita em meu blog!
vc é um amor!
volte sempre!

=► FELIZ PÁSCOA ◄=

 **
  ** **
 **   **
 **   **        *****   
 **   **       **   ****  
 **  **       *   **   **   
  **  *      *  ** ***  **  
   **   *    *  **     **  *   
     ** ** ** **         **  
    **   **  **  
   *           * 
  *             *
 *     0   0      *  
 *   /   @   \   *
 *   \__/...\__/   *   
   *    |_|_|    *
     **      **
       ****

•.¸¸.•*♥*•.¸¸.• Sanzinha •.¸¸.•*♥*•.¸¸.• disse...

Oi, Silvana!

Eu conheço a maioria dessas q vc mencionou, mas confesso q nunca me importei com nenhuma. Não sou supersticiosa.

Beijão e ótima semana!

Pelos caminhos da vida. disse...

E como sou...


Viver.

De bem com a vida
Amando as pessoas
De todas as formas
É um detalhe que faz
toda a diferença.

Tenha uma semana
maravilhosa!!!

beijooo.

Fátima Gaya disse...

Muito belo e honrado seu trabalho no resgate de nossa cultura através das lendas, folclore.
Uma linda semana para você.
Abraços.

Eliana Pessoa disse...

Ñ SOU MUITO SUPERTICIOSA MAS Ñ GOSTO DE CHINELO VIRA, MAS ADORO GATO PRETO ACHO QUE Ñ TEM NADA A VER!!!
BJIM

Chica disse...

Tenho várias dessas! Vim desejar uma maravilhosa nova semana e que teus problemas se resolvam,beijos,chica

Rosa Carioca disse...

Quando uma mosca varejeira entra em casa, é sinal de que vamos receber carta, visita ou novidade.

Desejo que tudo se resolva pelo melhor, Silvana. Muita força!

Janetinha disse...

Muito legal o seu blog. Dá vontade de ler tudo. Beijos.
www.adoteoamor.blogspot.com

Pérola disse...

Amiga,eu ñ sou muito ligada em superstições mas eu confesso q passar debaixo de escada me incomoda um pouco, coisas de mamãe rs.
Beijos mil.

Sônia Silvino disse...

Em pequenas doses, superstição não faz mal à ninguém. Mas quando passa a coordenar a sua vida, se torna um problema. E o difícil é saber dosar!
Não tenho superstições. Acredito em coincidências da vida ou probabilidades.
Bjkas e uma linda semana!!!

pontorouge disse...

Eu não passo por baixo de escada. Não sou superticiosa não, é só uma pontinha de toc. Acho que o que vale mais o pensamento.

beijo rouge

Dani

Jr Vilanova disse...

Pôxa, Silvana... até pensei que não fosse tão supersticioso assim, mas lendo seu tópico não me resta outra opção senão assumir: sou sim!rs
Um beijo e uma excelente semana!
Jr.

HSLO disse...

Eu sou muito supersticioso...demais.
Já tentei deixar de ser, mas existe uma força dentro de mim que não deixa


abraços

Hugo

Mizinha disse...

Que bom voce estar de volta! e já cheia de novidades, adorei!
Tem vez que me lembro de minha avó, assim que vou varrer a casa, ou algum cantinho, à noite...Ela tomava a vassoura na hora. chinelo virado então nem se fala, era uma bronca...
Adorei seu post! Viva SILVANA, bjs.

orvalho do ceu disse...

Oi, Sil
Post interessante... conhecia a todas... a gente vai juntando desde pequenina, né?
Se fosse assim, muita coisa seria boa e outras tantas seriam ruins... mas deixa o povo brincar...
Deus é mais (como se diz)...
Ah! falando sério: BOA SORTE pra vc, que tudo se modifique para melhor em sua vida...
Bjs

Gerana Damulakis disse...

Muito bacana esta postagem sobre as supertições. Já tive algumas delas.
Um beijo para vc.

Marcoso Fabricadehumor.com disse...

nao tenho superticao com nada, so lhe desejo uma boa semana

Lilá(s) disse...

Com ou sem fundamento são preciossa estas crendices populares, obrigada amiga pelo que nos proporciona.
Um beijo

♂ Ͼaṫia Ṃarẋ ♫ disse...

Encontrei várias conhecidas rsrsrs e com certeza a do sapato virado acompanha muita gente bjs adoro esse blog

lucia faria disse...

Olá Silvana!!!

Como boa mineira e tendo uma casa em Ouro Preto, adoramos estas superstições e casos engraçados de assombrações.
É nosso costume ficar à mesa do almoço até quase a hora do jantar contando estes casos e colocando algum mote para ser discutido.
Em Ouro Preto quando reunimos mais de três, conseguimos fazer uma nova Inconfidência...
Confesso que adoro...
Vou testar suas receitas no meu fogão de lenha, digo o meu marido R, que cozinha aqui em casa.

Beijos

Lucia

www.luciajardimdasletras.blogspot.com disse...

Olá Silvana!!!

Como boa mineira e tendo uma casa em Ouro Preto, adoramos estas superstições e casos engraçados de assombrações.
É nosso costume ficar à mesa do almoço até quase a hora do jantar contando estes casos e colocando algum mote para ser discutido.
Em Ouro Preto quando reunimos mais de três, conseguimos fazer uma nova Inconfidência...
Confesso que adoro...
Vou testar suas receitas no meu fogão de lenha, digo o meu marido R, que cozinha aqui em casa.

Beijos

Lucia

Daniel Savio disse...

Não sou superscticioso...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.