sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

JURUPARI.


 Jurupari é um personagem que aparece em inúmeras lendas amazônicas. Em algumas histórias é retratado como um herói que trouxe ordem ao mundo, em outras aparece como um temível demônio. Às vezes chamado de "filho do Sol", outras vezes de "filho do Trovão".
Jurupari é o Senhor das Leis, filho virginal de Ceuci. Não podia ser visto por nenhuma mulher - aquela que o visse, morria. Ele foi o herói mítico criado  pelos homens para explicar  e justificar as duras  leis aplicadas às mulheres, que ficavam renegadas a  uma total situação de submissão e inferioridade.
O fato é que Jurupari está presente na mitologia de diversos povos indígenas, notadamente os que vivem na região de fronteira entre Brasil e Colômbia.
No começo do mundo, uma estranha epidemia atingiu os índios da Serra de Tenuiana. Morreram quase todos os homens. Sobreviveram as mulheres e alguns velhos.
Para evitar a extinção daquele povo, um velho pajé - nascido da união de uma índia com o rei dos pássaros jacami - fecundou a todas as mulheres da aldeia com sua mágica. Depois disso ele mergulhou num lago onde uma estrela costumava se banhar, e desapareceu.
Dez luas depois, todas as mulheres deram à luz. Entre os recém-nascidos havia uma menina que foi chamada Ceuci.
Ceuci era de uma beleza esplendorosa. Já adolescente ela entrou na floresta e comeu a fruta proibida do pihican. O suco delicioso da fruta escorreu da boca de Ceuci, desceu por seu corpo e banhou-lhe as partes íntimas. Após comer as frutas sentiu-se diferente. Examinou-se e viu que não era mais virgem. Estava grávida.
Dez luas depois nasceu um menino forte e belo, que se parecia com o Sol. Foi batizado com o nome de Jurupari.
Os índios elegeram a criança como seu líder. Naquela época eram as mulheres que governavam. Elas discutiam a melhor hora para entregar os símbolos de chefe a Jurupari e quando se deu conta, a criança havia sumido.
Procuraram por Jurupari, mas nada encontraram. Dos mais altos morros da serra ouvia-se murmúrios de criança. A infeliz Ceuci permaneceu na mais alta montanha, chorando a perda de seu filho. À noite ela dormia e ao acordar pela manhã sentia que seus seios estavam vazios. Era seu filho, que vinha junto dela se amamentar.
Depois de 15 anos, Jurupari voltou a sua aldeia.
Ele revelou a todos que recebera uma missão do Sol: reformar os usos e costumes dos povos da terra. Ferveu uma resina em uma panela com água e criou todos os pássaros que voam pelo céu. Recebeu os enfeites de chefe, ensinou as novas leis a seu povo e mandou que alguns homens fossem às aldeias vizinhas, espalhar as novas leis a outros índios.
O nativo carregava consigo uma bolsa que lhe foi entregue pelo próprio Sol. De dentro da bolsa, bem lá do fundo, retirava pedras que eram pintadas com as sombras do céu, e que mostravam tudo o que acontecia pelo mundo. Nessas pedras podia também podia ver o futuro.
Em uma dessas pedras, viu a morte de Ualri. Jurupari então, se transportou até a palmeira que havia nascido do corpo de seu enviado. Uma música suave  saía da palmeira quando o vento assoprava.
 Pediu às aves que o ajudasse a cortar as folhas da árvore, e usando a mandíbula de um peixe, serrou a palmeira, que na verdade eram os ossos de Ualri.
E daquela palmeira, construiu um conjunto de flautas sagradas para que fossem utilizadas nos rituais a partir daquele dia.



19 comentários:

myra disse...

um bom ano 2010 para voce e todos a quem voce ama!
grande abraço a todos ali!!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Silvana.

Natal...

É o mês de confraternização Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!

Que o bom velhinho traga um saco cheinho de paz,
harmonia, fraternidade
Que o gesto de ternura se estenda de várias mãos
Que ao som dos sinos
O amor exploda em toda direção!

FELIZ NATAL!
UM ANO NOVO DE FÉ E SUCESSO!

Fim de semana de luz.

beijooo.

Bloguinho da Zizi disse...

Sil
mais um conto com mistérios...
o povo indigena traz mensagens lindas atraves de sua cultura.
e vc é a ponte que nos leva e esse mundo.
gratidão

wcastanheira disse...

da visita, q delícia de comentário, adorei, vim aqui lhe devolver com carinho e votos de sucesso todas as maravilhas q vc enviou-me, um encanto, foi desse jeito q vc ouviu dizer? Belo título do blog, ótima matéria, foi mto bomandar por aqui, bjos, bjos, bjosss

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Amiga
Venho desejar um Feliz Natal e um Grande 2010
Beijocas
Ana

ღ SOL ღ disse...

Estou visitando todos os blogs seguidores, amigos e, os que tenho seguido, para avisar que, alterei o título do meu blog Plantas Suculentas que passa a ser:
PLANTAS SUCULENTAS E FOLHAGENS ORNAMENTAIS
http://plantasuculentasefolhagensornamentais.blogspot.com/
Fiz um post avisando do novo título, mas acho que não estarão recebendo atualizações do meu blog, depois da alteração.
Creio que não será possível acessá-lo , com o título anterior. Peço por gentileza que, adicione o meu blog com este novo título. Me desculpem o pequeno incoveniente. E a respeito da alteração está no post : ღNovo título do blog e mais um lugar da Sol...
http://plantasuculentasefolhagensornamentais.blogspot.com/2009/12/novo-titulo-do-blog-e-mais-um-lugar-da.html
Fiz um selinho com o novo título, (PLANTAS SUCULENTAS E FOLHAGENS ORNAMENTAIS) e, tem mais um selinho que também ofereço a todos. (Troca de carinho), que ofereço, para estrear mais um novo blog, de selinhos. Quando puder, venha conhecer...(como fiz a pouco tempo, está meio vazio, ainda...)
CANTINHO DOS CARINHOS
cantinhodoscarinhos.blogspot.com/
Beijos e abraços, Sol

Garota Karioka disse...

Olá,
Tem presentinho de natal no meu blog pra vc.
Beijos, beijos!

Alquimista disse...

Acho que todos temos a aprender com os textos aqui publicados. Gostei muito do que li e mal tenha um tempinho mais livre (ser jornalista não é fácil) vou ler todos os trechos. Prometo voltar regularmente. Um Bom Natal pra vc. Bj deste lado do oceano.

Sandra Botelho disse...

Obrigado por dividir com todos nós essa cultura tão rica dos nossos indios.
Bjos e tenha um lindo final de semana!

Avó Pirueta disse...

Viva, Silvana. Sou a Avó Pirueta e agradeço a sua visita ao meu blogue. Hoje estou com pressa e nem vou ver seu blogue, mas virei visitá-la em breve, pois seu objectivo é igual ao meu: fazer tudo o que estiver ao meu alcance para fazer um mundo melhor. Boas Festas, querida. Como eu digo em Portugal, um Santo Natal e um Maravilhoso Ano Novo.
Abraço da Avó Pirueta

→a' disse...

Olá,Seja bem vinda ao Clipsdevidro.Este blogue é cativador e interessante em tudo o que aborda.Vou começar a seguir com atenção.

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
Tudo bom p'ra vc, Bom Natal e Bom Ano de 2010.

Bjosss


PS - Agradeço teu comentário

Professora Georgina Pinto disse...

Olá Silvana!
Gostei da sua visita e aqui estou a retribuir a visita. Gostei muito do seu blog, é muito interessante e educativo. Desejo um excelente 2010.
Abraço desde Portugal para todo o povo irmão, o Brasil.

RESILIÊNCIA disse...

Silvana

Parabéns. Uma aula de história, mais que uma ...mais de mil.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Silvana! Mais uma vez de passagem para aprender um pouco mais da cultura indígena. Muito obrigado pelos ensinamentos. Belo trabalho.

Beijos,

Furtado.

nereida disse...

Que estória fantástica! Linda!
Amiga, desejo-lhe um iluminado Natal, com muitas bênçãos e graças. E que o ano novo venha repleto de lindas estórias e lendas que nos encantam a todos. Um beijo, Nereida

betty mello disse...

Minha querida, adoro qdo me visita e deixa o seu carinho em palavras tão doces. Venho sempre que o meu Lap permite dar uma espiadinha e...me assombrar com "tanta boniteza". Parabéns e Obrigada ! Postei umas "coisinhas de Natal" ( nada de artesanato copy&paste!!!), se puder fazer um tour pelos meus cantinhos na WEB...Aproveito para desejar a vc e as seus queridos um Natal muito especial e que 2010 venha cheio de boas novas, saúde e realizações. Um beijinho carinhoso, Betty e Cia

Daniel Savio disse...

Interessante, mas uma pessoa pode ser heroi para uns e um demônio para os outros, basta saber que lado estava estava o individuo...

Feliz natal para ti e um próspero ano novo para ti.

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Silvana disse...

Oi Silvana, obrigada por seu carinho em devolver a visita. Você tem toda razão em relação aos políticos brasileiros, estou longe do Brasil, mas acompanho diariamente pela net os acontecimentos e me sinto envergonhada pelo que acontece e como tudo termina. Fiquei indignada inclusive quando o Sr. Presidente disse sarcasticamente que os deputados são bons pizzaiolos. Se houvesse esse pertencimento, esse valor por esse país tão lindo, essa gente tão batalhadora, tão desprendida, de um coração tão generoso como é o brasileiro com certeza teria um desenrolar diferente. Pessoas como você que traz nossa cultura para perto de nós, que não deixa ficar no esquecimento nossa cultura, nossas histórias, nossas raízes, são pessoas que deveriam governar o Brasil...rsrs... isso é uma grande verdade. Pessoas que valorizam a educação, como ela deve ser. Tudo que um povo precisa é Educação e informação, com ele é que vem o desenvolvimento, o crescimento, a valorização do habitat e das pessoas.
Estou atrasadíssima com a leitura do seu rico blog, mas começei de cima para baixo. Amei a lenda do Jurupari. Não conhecia. Lendo, me senti quando adolescente, em que devorava vários livros por semana, lendo com ânsia para ver o final da história e os tinha todos na memória. Uma quantidade de "histórias" de índios, rsrs...já ouvi isso de alguém...(quando alguém vai contar algo, dizem: lá vem história de índio)...kkk, lendas, que a gente nunca ouviu. Obrigada por seu incasável trabalho, e anseio de contribuir para que essa semente traga frutos melhores para o nosso lindo Brasil. Com certeza seu trabalho é valorizado e invejado, uma vez que você mesma já viu alguns Plágios ou imitações por aí...rsrs....quanto a abraçar a sua visão de querer transformar a mente das pessoas para melhor, é viável a intenção de difundir as lendas que você posta, agora quanto a plagiar....ai já entram outras debilidades que nem precisa dizer quais são não é?
Espero que na floresta tudo esteja calmo, ou pelo menos melhorando, tenho visto que os temporais não tem dado muita trégua por aí.
Fique com Deus, muita paz e aqui estou te acompanhando!
Beijinhos!
Silvana