sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

O EMBONDEIRO.


Não podemos falar de África sem passar por esta árvore tão sagrada para eles: o embondeiro.
O embondeiro faz parte do imaginário coletivo dos nossos irmãos africanos e, em algumas regiões, é considerado o intermediário entre Deus e os homens e venerado como representação de entidades sobrenaturais, sendo amarrado em seus ramos fitas, adereços e ex-votos.
Uma das lendas africanas conta que o embondeiro, por ter inveja das outras árvores, foi castigado pelos deuses, e posto de cabeça para baixo: a copa foi enterrada e as raízes ficaram para cima. Quando se vê um embondeiro fossilizado, compreendemos com facilidade a origem da lenda.
Ainda para mais porque as suas flores, que só aparecem uma vez por ano, têm um cheiro péssimo, como se tivessem saído do interior da terra...
Até o Principezinho de Saint-Exupéry andava extremamente preocupado com os embondeiros:

“ (...) no planeta do principezinho havia sementes terríveis... eram sementes de embondeiro. O solo do planeta estava infestado delas. E se se der conta de algum embondeiro só demasiado tarde, nunca mais ninguém se vê livre dele. Invade o planeta todo.”
Dizem que ela pode viver milhares de anos

Segundo uma lenda árabe, «o Diabo desenterrou o embondeiro, enfiou os ramos na Terra e deixou as raízes no ar».
E assim vai o mundo... de raízes para o ar!!!

"(...) é verdade mãe aquela árvore é capaz de grandes tristezas. Os mais velhos dizem que o embondeiro, em desespero, se suicida por via das chamas. Sem ninguém pôr fogo. (...)"

(Mia Couto)

"É enorme.E o largo tronco desproporcionado assenta em raízes grossas que se afundam poderosamente sugando o que será depois folhagem pequena e frutos para usar no caril.Quando se passa parece que se evola do vegetal gigante uma aura tranquila e protectora.Como se nos visse e nos cedesse um mínimo da sua alma de tempo.Os nativos consideram os embondeiros árvores sagradas. Acontece verem-se presos aos troncos rectângulos de pano branco e logo abaixo no chão uma tigela com oferendas - em lembrança de alguém.Não se cortam ramos de embondeiro para a fogueira. Apenas os frutos são colhidos porque no alimento haverá comunhão com a árvore."

( GLÓRIA DE SANT'ANNA)

22 comentários:

.Lis disse...

Gostei muito do blog , recomendação do Infinito Particular no BlogGincana.
Muitos textos bos pra ler,pesquisas excelentes, volto devagar pra ler e comentar.
Abraços

Graça disse...

Silvana, é sempre um prazer imenso ler as tuas publicações.

Um beijo para o teu fim de semana

Ana Paula Ruggini Zarpelon disse...

Olá Silvana...

Compreendo as dificuldades tecnológicas desse recanto maravilhoso. Caso não me respondas vou entender, e nem por isso deixarei de postar em seu blog, pois ele é encantador!

Beijos!

Sandra disse...

parabéns amiga, pela linda postagem.
Também lhe agradeço pela presença no blog.
Fiquei muito feliz.
Gostaria que voltasse e trouxesse o selo de 30. mil visitas. pois, fazes parte dela.
Amei o seu depoimento no blog.
Vejo que és uma verdadeir amante da natureza.
Parabéns, prof. pelo suas pesuisas.
Silvana!
Como é bom receber pessaos maravbilhosas, assim como vc. Que está em contato com o meio ambiente, lutando por uma causa mais justa e dinga da educação. Prometo que vou sim lá te visitar e curtir um pouco dessa Paz, junta a mata.
Aqui onde moro, tem muitos páaasros. E todas as manhãs, acordo com os cantos deles.
é maravilhoso.
além deles virem comer todos dias proximos a porta.
è maravilhoso. As vezes colocamos restinhos de arroz, só para ve-los todos juntos.
Ainda é possível ver e ouvir os cantos dos passarinhos, principalmente, aqui, que é, mais no interior. Imagine que nas grandes, cidades, nem se tem mais. isso.
Valeu pela sua visita, amiga.
Sandra

Eliezer Albuquerque disse...

Silvana, minha amiga.
Esta árvore bem poderia ser o símbolo da política corrupta e sem-vergonha do Brasil. Parece que está invertida, assim como os valores dos políticos comuns.
Um tronco grande, forte e poderoso (o povo)sustenta os poucos ramos secos, feios e sem vida (os mandatários).
Meu conforto é que ainda existe a política, da qual faço parte, cujo símbolo pode ser o flamboyant, exuberantemente florido na primavera.
Um abração.

Pelos caminhos da vida. disse...

HOJE,

Se chover, seja feliz com a chuva
que molha os campos, varre as ruas e
limpa o ar...

Se fizer sol, aproveite o calor.
Se houver flores em seu jardim,
aproveite o perfume.

Se tudo estiver seco, aproveite para
colocar as mãos na terra, plantas sementes

e aguardar a floração...

Hoje não arrume desculpas...
Seja feliz de qualquer jeito !!
Lembre-se de que a única fonte de
felicidade está dentro de nós e deve ser repartida.

Repartir nossas alegrias é como espalhar

perfume sobre os outros...
sempre algumas gotas acabam caindo
sobre nós.

(texto tirado da net).

Bom fim de semana.

beijooo.

Artes da Marga disse...

Oi Silvana!
Gosto de vir aqui me deliciar com essas leituras para enriquecer meu aprendizado. Como ele é constante e infinito cá estou.
Bj e bom final de semana.
Margarida

manuel marques disse...

EMBONDEIRO

Ali, só, fantasma insaciado,
eremita de pélagos distantes
ei-lo, gigante a procriar gigantes,
ei-lo apóstolo e dragão
das noites tenebrosas, agoirentes,
das noites pardacentas do sertão.

ali os vejo e... oh sensações estranhas,
secretas emoções,
fazem-me crer pedaços de montanhas

deixando interjeições!
Olimpico titã de ousadas fantasias,
vagabundo faminto, sobrio, só,

erguendo os braços rudes e mirrados
em caminhos de pó,
lembram-me mais o grito de aflição
desta África adiada:
a fome a caminhar pelo sertão,
a trágica visão à beira-estrada!


Autor: Eduardo Brazão-Filho

Abraço.

maria só disse...

Olá Silvana1 Fiquei surpresa efeliz pelo teu comentário no meu blogue,e ainda mais por aumentares a minha lista de seguidores. Pelo que me dizes, considero que és un ser privilegiado, creio que muito feliz, apesar das difuiculdades tecnológicas! A meu modo ,eu também sou uma contadora de histórias, embora bem mais simples e pior contadas!Mas... cada um faz o que pode!
Umm beijinho e até breve.
Saudações desde Portugal!
Continuarei a te visitar

alegria de viver disse...

Olá querida
Uma arvore e lenda muito interessante, a arvore eu conheço mas a lenda é novidade.
Com muito carinho BJS.

Dalva disse...

Oi, Silvana!

Adorei... sempre me enriqueço de cultura no teu blog!

Bjs.

Regina Fernandes disse...

Um espetáculo essa lenda! Adorei conhecer.

Bjs
Luz!

Prof. Adinalzir disse...

Oi, Silvana Nunes

Meus parabéns! Você merece o blog de ouro. Muito obrigado por me seguir.

Abraços, :-)

Sônia Brandão disse...

Eu me encantei quando vi um deles pela primeira vez.

Obrigada por mais essa.

bjs

Anabela disse...

Engraçado,nunca ouvi falar nesta arvore e lenda,realmente aqui aprendo muita coisa,esta arvore tem realmente um aspecto medonho,parece ao contrario...,bjs

Eduardo Miguel Pardo disse...

Há em nosso viver várias verdades em se aprender que apontam caminhos e algumas limitações, a aceitação em entendimento pode ser parte de uma compreenção maior... assim digo que deve haver humildade no aceite ao que não é possível mudar, coragem para aquelas que podemos e até devemos e acima de tudo inteligência para diferenciá-las
A vida é perfeitamente perfeita...

Daniel Savio disse...

Já ia pergunta se era o tal de baobá...

Mas árvores estranha mesmo, mas surgiu uma dúvida, por que ela seria sagrada (pois pelo o que eu entendi, ela está mais para amaldiçoada)?

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Rosa Carioca disse...

Quando se depara com um, nunca mais se esquece. É único.
Obrigada pela visita.
E obrigada por tantos ensinamentos.
Grande beijinho.

Abdoul Hakime Goul Djounoubi عبد الحكيم گل جنوبی disse...

O baobá tem também o nome de embondeiro? Não sabia. Merci, mon amie!
No meu trabalho, tam alguns africanos, gente do Senegal, principalmente, e dalamo-nos em francês. É verdade que o baobá tem para eles um significado muito grande, faz parte de sua cultura.
Eu também li o pequeno príncipe, e na parte em que ele fala dessa árvore, eu fiquei até assustado olhando as ilustrações do planetinha sendo todo invadido por embondeiros enormes! Ai.
Au revoir mon amie!

SONHADORA disse...

OLA SILVANA....LI O SEU COMETÁRIO NA FLOR DO SUL....GOSTEI E VOU SEGUIR VOCÊ, AMO APRENDER....

BEEIJO

Denise Guerra disse...

Olá Silvana, é um enorme prazer conhecer seu trabalho! Que primor! Quanta vida, Luz e esperanças vc nós traz! Parabéns! Adorei diversas temas e vou voltar com calma para le-las. Em especial amei a postagem sobre os griots e o embondeiro pois, minhas pesquisas são sobre as nossas raizes africanas. Quando puder visite o meu blog http://afrocorporeidade.blogspot.com Abraços!

ivoni gama disse...

Olá, Estou pedindo um help, quero contar uma história que ouvi sobre o baoba e não acho... sendo tão grane, suas raizes não são profundas, elas se entrelaçam uma raiz na outra para se sustentar. Voce conhece?.Poderia me enviar?