terça-feira, 8 de dezembro de 2009

A LENDA DAS CATARATAS DO IGUAÇU.


A lenda das Cataratas diz que os índios caigangues, que

habitavam às margens do rio Iguaçu acreditavam que o mundo

era governado por Mboi, um deus que tinha a forma de uma

serpente e era filho de Tupã. O cacique desta tribo chamado

Igobi, tinha uma filha, Naipi, tão bonita que as águas do rio

paravam quando a jovem nelas se mirava. Devido a sua beleza,

Naipi seria consagrada ao deus Mboi passando a viver somente

para seu culto.

Havia porém, entre os caigangues um jovem guerreiro

chamado Tarobá, que ao ver Naipi por ela se apaixonara.

No dia em que foi anunciada a festa de consagração da bela

índia, enquanto o cacique e o pajé bebiam “cauim” (bebida de

milho fermentado) e os guerreiros dançavam, Tarobá fugiu

com a linda Naipi numa canoa que seguiu rio abaixo, arrastada

pela correnteza.

Quando Mboi soube da fuga de Naipi e Tarobá, ficou furioso.

Penetrou então nas entranhas da terra retorcendo seu corpo,

produziu na mesma, uma enorme fenda que formou uma

catarata gigantesca. Envolvidos pelas águas dessa imensa

cachoeira, a piroga e os fugitivos caíram de grande altura,

desaparecendo para sempre.

Diz à lenda que Naipi foi transformada em uma das rochas

centrais das Cataratas, perpetuamente fustigada pelas águas

revoltas e, Tarobá foi convertido em uma palmeira situada à

beira do abismo e inclinada sobre a garganta do rio. Debaixo

dessa palmeira acha-se a entrada de uma gruta onde o monstro

vingativo vigia eternamente as duas vítimas.

.......................................................

Alí reside a beleza
que o homem não destruíu,
da montanha a correnteza
em cachoeira se abriu .

- Manoel Gomes de Medeiros Dantas -
(1867 - 1924) Caicó - RN

31 comentários:

Sofista Minimus disse...

Silvana,

Gostei muito do seu espaço aqui, do seu resgate e do comentário que deixou no meu blog - e que bom que chegou até lá! Também sou professor, formado em Letras também, no momento pós-graduando em Literatura e acho exatamente como você disse que o caminho a ser trilhado e que podemos deixar para os nossos semelhantes é o do afeto e da educação, por isso, procuro estudar cada vez mais para ensinar melhor...

Vou seguí-la sim e, como pediu, deixarei o meu endereço logo abaixo... Por ora ficarei por aqui, alguns afazeres me chamam, mas voltarei e espero que vocÊ também apareça por lá...


Forte Abraço,

Sofista Minimus.

www.deseptemartibus.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. disse...

Não conhecia essa lenda.

Bom dia.

beijooo.

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Um abraço, fique com Deus.

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Um abraço, fique com Deus.

Anabela disse...

Gostei muito desta lenda,o que eles inventam para explicar as formaçoes da terra...,bjs

Bárbara disse...

Essa foi a lenda postada aqui que eu mais gostei até agora! =D
Eu já visitei as cataratas e achei a lenda muito legal, até deu vontade de voltar lá novamente!
Não conheço essa lenda e isso foi o mais legal aqui do seu blog, fico sabendo de coisas novas!
Beijoooooooooooooooooooooooooos!

SONHADORA disse...

GOSTEI DA LENDA...MAS NÃO PASSA DISSO MESMO... UMA LENDA...

MAS A BELEZA DESSA NATUREZA...É ISSO MESMO...BELEZA DA NATUREZA

OBRIGADA POR ME DAR O PRAZER DE MEUS OLHOS SE DELICIAREM....COM TANTA BELEZA...

BEIJO DA PORTUGUESA

Vania Rejane disse...

Oi Silvana,
Eu estou até gostando da lentidão do seu acesso ao ciberespaço, pois assim posso ler o seu blog c/ mais calma, e tentar ficar em dia c/ tanta beleza e informação, eheheehe! Esse espaço é um elixir!
Ah, coloquei a chamada de divulgação do seu blog (linda, por sinal!), lá no meu blog, depois vê lá, ficou ótimo, combinou perfeitamente!
Outra coisa: queria saber c/ vc se posso levar p/ o meu blog o texto e a fotinho do seu post "Sou Carioca", que é tudo de bom, e tem tudo a ver c/ o meu conteúdo! Claro, colocaria um link p/ seu blog, c/ o maior prazer. Vc sabe de quem é esse texto? Seria bom colocar a autoria...
Bem, é isso, apareça de vez em quando!
Bjs,

Regina Rozenbaum disse...

Sil
Bela lenda, que me traz recordações lindas das minhas idas às Cataratas...Nesse nosso país tão grande e de belezas únicas, temos muito a conhecer e aprender!
Beijuuss iluminados e sem raios rsrrs

www.toforatodentro.blogspot.com

FBM disse...

Iguazú es uno de los lugares más bellos e impresionantes que he visitado. Habrá que agradecer a Mboi su intransigencia y su mal carácter.

Vania Moreira disse...

Eu de novo...esqueci de colocar o meu endereço:
www.bymeguestinrio.blogspot.com
Bjs

FOTOS-SUSY disse...

OLA SILVANA, BELISSIMA LENDA...GOSTEI MUITO...VOTOS DE UM FELIZ DIA!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Valéria Russo disse...

SIL...
NOSSA QUE HISTÓRIA TRISTE E AO MESMO TEMPO LINDA...
ESSE AMOR FORMOU UMA DAS MAIS BELAS MARAVILHAS DA NATUREZA..
AMEI!!!
BJUIVOS EM SEU CORAÇÃO.
TENHA UMA TERÇA ABENÇOADA EM SUA MATA...
SAUDAÇÕES URBANAS ENXARCADAS...KKKK
LOBA.
AH! TEM SELINHO PRA VC LÁ NA ALCATÉIA, SINTA-SE CONFORTAVÉL SE QUISER DECLINAR...

Marcia Carneiro disse...

Lenda linda!! Lindo teu blog... Beijo amada!

manuel marques disse...

Um abraço querida amiga.

Eliane disse...

É uma história(lenda)triste de um lugar tão bonito!
Beijinhos!

alegria de viver disse...

Olá querida
Não conhecia essa lenda, como todas graças a Deus é só uma lenda, espero que não tenha acontecido isso com os jovens.
Com muito carinho BJS.

Sônia Silvino disse...

Oi, minha fadinha da floresta!
Nossas cataratas são lindas! Fui lá apenas uma vez. Quero voltar um dia!
Te espero nos meus blogs com um cafezinho virtual bem gostoso pra ti.
Bjkas!!!

maria só disse...

Depois de ler todos os comentários só me resta subcrever todas as coisas boas que lhe dizem!
Obrigada por ter tido tempo para me visitar novamente.Por aqui também está frio, muito mais do que o frio brasileiro,creio...
As lendas indígenas tem um encanto especial!
beijinhos desde Portugal!

expressodalinha disse...

Os deuses são sempre tão rancorosos. Sempre a querer controlar os humanos...

M. Lourdes disse...

Silvana
É muito bonita esta lenda. Este local é um dos que desejo poder, um dia, visitar.
Beijinhos

Regina Fernandes disse...

Ah, sempre o amor!
Bela lenda!
Bjs

Gerana Damulakis disse...

As cataratas mereciam uma história de amor. Lindo!

Silvana disse...

Oi Silvana, não se preocupe. Eu entendo perfeitamente que não deve ser nada fácil viver em um lugar longe da tecnologia e facilidades que estamos acostumados. Creio que coisas tão simples para nós urbanos mal acostumados em apertar botões e pronto, deve ser uma façanha no meio do mato!
Mas estarei sempre por aqui! Não conhecia a lenda das Cataratas do Iguaçu! Triste não é? rsrs...que fim para um grande amor!
Espero que o tempo por aí melhore, embora tenha visto na net que a chuva por aí não dá trégua!
Beijos e fique com Deus!
Silvana

Bella disse...

OLá

Obrigada pela visita :)

BJs

Eliezer Albuquerque disse...

Bom dia, Silvana!
Obrigado por nos brindar todos os dias com as lendas e histórias maravilhosas da nossa riquíssima cultura brasileira.
Deus te abençoe abundantemente!
Eliezer.

Sena do Aragão disse...

Oi Silvana,

Passei para ver as novidades.
Esta istória eu não conhecia.
Este lugar é um espetáculo. Muito belo.

Um bom restinho de semana.

Beijos

Sonia Schmorantz disse...

As cataratas são lindas, morei 12 anos lá pertinho, ler aqui sobre elas me deixou muito feliz!
beijos

Daniel Savio disse...

Aff, quem disse que os índios não era criativos para criar lenda vingativas (ou tristes)...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Day W. disse...

nossa que lenda legal !!!
Gostei mt pq eu estva prescisando dele pro meu trabalho valeu

Ancelmo Santana disse...

Eu gostaria de saber se alguém conhece a música que fala da índia Naipi, na época foi gravada por uma banda de salvador, que tem no trecho alguma coisa assim: ô ô ô naipi...
uma forte correenteza... algo assim. caso alguém saiba alguma coisa favor entre em contato pelo e-mail: acessoeventos@mail.com