segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O KUARUP.


A agitação em torno das malocas anuncia que algo importante está para acontecer. A madeira recém cortada espera ao lado da Casa dos Homens o momento em que servirá de tocha aos visitantes.
Os adorn
os de variadas cores e desenhos já enfeitam as cinturas e as cabeças dos guerreiros e mulheres que protagonizarão a festa.
É assim, entre as demais atividades, que a comunidade Kalapalo se prepara para um grande m
omento: a celebração do Kuarup: uma das maiores festas tradicionais indígenas.
Trata-se de uma reverência aos mortos, representados por troncos de uma árvore sagrada chamada Kam´ywá. É uma cerimônia dos índios do Alto Xingu, em Mato Grosso.

O Kaurup se inicia sempre no sábado pela manhã. Os índios, com muita dança e canto, colocam os troncos em frente ao local onde os corpos dos homenageados estão enterrados. Os filhos, filhas, esposas e irmãos choram o ente perdido e enfeitam o tronco que simboliza o espírito que se foi.


O tronco é pintado com tinta de jenipapo e envolvido com faixas de linhas amarelas e vermelhas. Sobre o tronco enfeitado são colocados objetos pessoais do homenageado como: o cocar de penas de gavião, o colar feito de conchas, a faixa de miçangas usada na cintura e outros objetos. Cada morto é representado por um tronco de árvore.


A cerimônia do Kaurup realiza-se, tradicionalmente, nos meses de agosto e setembro, os mais secos do ano e que antecedem as grandes chuvas.


Desconheço a origem das fotos postadas acima.

28 comentários:

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Vim ler seu poema. Sim, seus textos são poemas maravilhosos, que encantam e informam. Obrigada.
Beijos.

ღ SOL ღ disse...

Boa noite Silvana.
Está muito bonito o visual natalino desta árvore de Natal.
Obrigada pela visita e por seu comentário. Quando se chega o final do ano, sentimos uma certa ausência das pessoas do mundo virtual. É normal por causa do corre-corre e dos preparativos e tudo mais. Fico contente da presença e de saber como estão. Realmente é lamentável quando ocorre de encontrar blogs iguais ao seu e com cópias...mas saiba que isto mostra o quanto o seu blog e toda a sua informação é interessante e importante. Acho bom até, ver do lado que estão lhe ajudando a divulgar o que feito de tão bonito. Ver o lado bom das coisas. E Silvana você tem o crédito pelo números de seguidores e todo o interesse dos mesmos, pelos comentários aqui deixados. Tudo de bom e parabéns por todo esse maravilhoso trabalho. Abraços e beijos. Com carinho , Sol

Céci disse...

Olá Silvana,

Muito bonito este teu cantinho, e adorei o texto.

Voltarei,

Bjinhos

Céci

Pelos caminhos da vida. disse...

Como sempre seus textos são ótimos amiga.

Neste Natal,

deixe a magia tomar conta da sua família e envolver todos com o poder da união e da esperança.
Abra os olhos para novos projetos e transforme esta noite em uma grande festa, permitindo que a alegria contagie a todos e a felicidade esteja presente ao longo de todo o ano vindouro.

Bom dia!

beijooo.

Jorge disse...

Silvana, bom dia!

Mais um belo ensinamento da nossa cultura. Brasil é tão imenso que muito pouco ainda conhecemos. E vem você, com sua intuição e nos traz estes ensinamentos. Você é uma luz no nosso caminho.

Silvana, obrigado pelo seu blog!!
Saudações urbanas,
Jorge

José Rasquinho disse...

Olá Silvana!
Queria desejar a você uma festas muito Felizes, e pedir que, continue durante o próximo ano a ouvir e a reproduzir para ´todos nós estas histórias maravilhosas, património de uma "Cultura Global".
Bjinho.

Bloguinho da Zizi disse...

Silvana
Este texto vem mostrar como é importante o respeito aos antepassados. Não importa religião ou cultura, as nossas raízes merecem o nosso culto, o nosso agradecimento e com isso nos fortalecemos e seguimos preparando a vida para os que estão pra chegar.
Lindo
Como sempre
Gratidão

Laguardia disse...

Silvana

Muito obrigado pela visita ao Blog Brasil Liberdade e Democracia. Seus comentários são sempre bem vindos.

Você tem razão quando diz que o bem maior que podemos deixar para nossos filhos e netos é a educação.

Este é um bem que ninguem nunca vai poder tomar deles, o conhecimento.

Infelizmente no Brasil de hoje a profissão de educador não é valorizada.

Tem-se passado uma idéia de que se o presidente da república chegou até onde chegou sem estudo formal, não é necessário adquirir conhecimento para se ter sucesso na vida. Esta é uma grande mentira.

Ao mesmo tempo estão solapando o0 sentido de ética, moral e honestidade. Nossa juventude está sendo levada a acreditar que os fins justificam os meios e que é melhor ter do que ser. Do que ser honesto, ético, e moral.

Pessoas como você são fundamentais para que os verdadeiros valores cristão sejam novamente valorizdos em nossa sociedade.

Mais uma vez obrigado por sua participação e espero que continue fazendo seus comentários no Brasil Liberdade e Democracia.

ROSA GLACE disse...

Oi Silvana,Obrigada pela visita.Essa cerimônia , eu ja havia visto no canal futura.Você é uma grande divulgadora das nossas lendas e costumes.Seu blog é muito importante por enriquecer a nossa cultura.bjs

Ana Isabel disse...

Maravilhosa a tua entrega ao divulgares a cultura e as tradições do país lindo que é o Brasil.

Obrigada pelos comentários que fizeste no meu humilde espaço.

É um prazer ler-te.

Um abraço desde este cantinho que é Portugal.

Garota Karioka disse...

Que lindo!
Fiquei lisongeada por sua visita depois que entrei na sua página.
Linda, cheia de cores, cheia de vida e única!
Podem copiar, mas sabemos que cópias nunca ficam identicas.
Parabéns!
Vou seguindo, pois não poderia ser diferente.
Obrigada por me seguir também!
Uma linda semana para você!
Beijos, beijos!

Garota Karioka
http://garotakarioka.blogspot.com/

Bella disse...

OLá

Eu acho que muitos problemas no mundo é falta de educação e conhecimento sim, mas tem problemas no mundo que é mesmo falta de Deus!

BJs

Alexandre da Fonseca disse...

BOA TARDE!! MARAVILHOSO BLOG, FIQUEI ENCANTADO.QUE VOCÊ TENHA SUCESSO E MUITA PAZ...BJS

Joana disse...

Ola Silvana =)
Obrigada pelo seu comentario e por ter dedicado um pouco do seu tempo a ver o meu blog.
Gosto imenso de vir visitar o seu blog, acho que fala de temas bastante interessantes!
Continue assim.
Beijinhos Joana

Bárbara disse...

Oi!
Vim aqui agradecer o seu comentário (gigante, adorei) no meu blog e dou de cara com um ritual de meus antepassados!
Seus textos são maravilhosos e trazem cultura com certeza, quanto a blogs iguais ao seu, não se preocupe é assim mesmo, sempre existirão imitações do que é bom, mas nunca fica igual ao original!
Beijoooooooooooooooooooooooooooooo!

Carlos Porphyrius disse...

Olá Silvana vi seu comentário em meu blog e gostei muito do que disse, jamais poderia deixar de concordar com você no que se refere a necessidade da educação, haja vista que a única crença radical que eu possuo, é a eduacação como caminho para a liberdade...
Percebi em seu espaço uma intensa vontade de resgatar e tornar pública a maravilhosa história de nossa gente, certamente o visitarei em outras ocasiões.

Um abraço, Carlos Porphyrius (http://abortofilosofico.blogspot.com/)
Salve, salve insurrecto coletivo.

ZildaeAntonio disse...

Oi, Silvana
Gostei muito da sua mensagem em nosso Blog.
Sua postagem foi perfeita e enriquecedora. Muito obrigada!
Cada vez que venho aqui, aprendo muito e fico deslumbrada.
Um abraço fraterno e tudo de bom!

manuel marques disse...

É sempre um prazer ficar por aqui.

Abraço.

nereida disse...

Querida amiga,eu li, há uns bons anos já, um livro intitulado KUARUP e assisti ao filme do mesmo nome, com o ator Taumartugo Ferreira. Vc chegou a vê-lo?
Gostei muito do post. Bj grande.

Maria Letra disse...

Olá Silvana.
Faço uma passagem muito rápida porque estou com gripe e, portanto, com pouca coragem.
Agradeço muito a sua visita e o comentário que deixou.
Será com MUITO PRAZER que passarei a ser visita do seu blogue, fonte de informação da cultura indígena, que em mim é muito básica.
Prometo-lhe voltar e, mais uma vez, OBRIGADA.
UM BOM NATAL EM FAMÍLIA E QUE O NOVO ANO NOS REFORCE A ESPERANÇA NUM MUNDO MELHOR.
Um abraço.
Maria Letra

Anônimo disse...

Gostei do seu blog,parece uma aula de antropologia e folclore,com destaque para a cultura indígena.Parece que estamos na Amazônia.
Também fui professor por alguns anos,no campo da Filosofia e do Direito.
Gostei muito dese seu blog. Voltarei outras vezes. Antônio-Goiânia,Go

Ana Tapadas disse...

Obrigada pela visita.
Gostei muito do que aqui publicas.

bj

gentil carioca disse...

Muito bom esse blog. Adoro a cultura brasileira e sempre tendo a divulgá-la em minha profissão de jornalista. Nossa gente é tão rica, nossa música, nosso folclore. Do Oiapoque ao Mercadão de Madureira, uma delícia só.
bj e parabéns.
PS: espero que muitos te copiem, sim. Vale a pena.
;-)

Suely disse...

Amada com meu carinho .Fica na paz

A caixinha de Deus

Tenho em minhas mãos duas caixas
que Deus me deu para guardar.

Ele disse:

- Coloque todas as suas tristezas
na preta e todas as suas
alegrias na dourada.

Eu entendi suas palavras e, nas
duas caixas, tanto minhas
alegrias quanto minhas
tristezas guardei.

Mas, embora a dourada ficasse
cada dia mais pesada, a preta
continuava tão leve
quanto antes.

Curioso, abri a preta.

Eu queria descobrir o porquê,
e vi na base da caixa um
buraco pelo qual minhas
tristezas saiam.

Mostrei o buraco a Deus e
pensei alto:

"Gostaria de saber onde minhas
tristezas podem estar..."

Ele sorriu gentilmente para
mim e disse:

- Meu filho, elas estão aqui comigo!

Perguntei:

- Deus, por que deu-me as caixas?
Por que a dourada inteira e
a preta com o buraco?

- Meu filho, a dourada é para
você contar suas bênçãos...
E a preta é para você deixar
ir embora suas mágoas
e tristezas...

Lembre-se sempre de guardar
seus momentos mais felizes
e deixar ir embora
as tristezas!!!

Daniel Savio disse...

Não sabia deste ritual (na verdade, tenho admitir que conheço pouco da cultura indigena).

Silvana, vi o teu comentário, não desanima com o pessoal te copiar, pensa que mesmo indiretamente eles estão fazendo o que você se presta a fazer: não deixar a cultura indigena morrer, bem como as lendas brasileiras, por isto, parabéns a ti.

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Primeira Pessoa disse...

Venho beber nessa fonte fonte, água fresquinha, como aquelas que um dia correram pelos rios do Brasil.
Iniciativas como a sua ajudam a resgatar um Brasil que os brasileiros já nem se lembram que um dia existiu.
Tintim!
Roberto.

Graça disse...

Silvana,

és um precioso Patrimônio Vivo, minha querida amiga!

Se depender de mim, farei tudo que estiver ao meu alcance para esse seu Projeto dar muito certo!!! Pode ter certeza.

Vim avisá-la que fiz com muito carinho uns cartões de Natal para amigos virtuais e gostaria muito que retirasse um para vc em

botoesmadreperola.blogspot.com

Bjssss
Que seu Natal seja cheio de riquezas interiores, doadas (de graça) e com o Maior amor, a nós pelo próprio Aniversariante!!!

Fred Benning disse...

Muito fera teu blog Silvana!

Abraço