sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

OMULU - OBALUAÊ.

Omulu ou Obaluaê, também chamado Xapanã e Sapatá, é o senhor da peste, da varíola, da doença infecciosa,  o conhecedor de seus segredos e de  sua cura.

Correspondência com os santos católicos: São Lázaro  jovem) e Cristo das Chagas (velho).
......................................
Quando Omulu era um menino de uns doze anos, saiu de casa e foi para o  mundo para fazer a vida.
De cidade em cidade, de vila em vila, ele ia oferecendo os seus serviços, procurando emprego.
Mas Omulu não conseguiu nada.
Ninguém lhe dava o que fazer, ninguém o empregava. Ele teve que pedir esmola, mas ao menino ninguém dava nada, nem do que comer, nem do que beber.
Tinha um cachorro que o acompanhava e só.
Omulu e seu cachorro retiraram-se no mato e foram viver com as cobras.
Omulu comia o que a mata dava: frutas, folhas, raízes.
Mas os espinhos da floresta feriram o menino. As picadas de mosquito cobriam-lhe o corpo.
Omulu ficou coberto de chagas.
Só o cachorro confortava Omulu.
Um dia, quando dormia, Omulu escutou uma voz:
"Estás pronto. Levanta e vai cuidar do povo".
Omulu viu que todas as suas feridas estavam curadas. Não tinha dores nem febre.
Obaluaê juntou as cabacinhas, os atós, onde guardava água e remédios que aprendera a usar com a floresta, agradeceu a Olorum e partiu.
Naquele tempo uma peste infestava a Terra.
Por outro lado estava morrendo gente. Todas as aldeias enterravam os seus mortos.
Os pais de Omulu foram ao babalaô e ele disse que Omulu estava vivo e que ele traria cura para a peste.
Todo lugar onde chegava, a fama precedia Omulu. Todos esperavam-no com festa, pois ele curava.
Os que antes lhe  negaram até mesmo água para beber agora implorava por sua cura.
Ele curava todos, afastava a peste. Então diziam que se protegessem, levando na mão uma folha de dracena, o peregum, e pintando a cabeça com efum, ossum e uági, os pós branco, vermelho e azul usando nos rituais e encantamentos.
Curava os doentes e com o xaxará varria a peste para fora da casa, para que a praga não pegasse outras pessoas da família.
Limpava casas e aldeias com a mágica vassoura de fibras de coqueiro, seus instrumento de cura, seu símbolo, seu cetro, o xaxará.
Quando chegou em casa, Omulu curou os pais e todos estavam felizes.
Todos cantavam e louvavam o curandeiro e todos o chamavam de Obaluaê, todos davam vivas ao Senhor da Terra, Obaluaê.
...................................
Chegando de viagem à aldeia onde nascera, Obaluaê viu que estava acontecendo uma grande festa com a presença de todos os orixás. Obaluaê não podia entrar na festa, devido á sua medonha aparência. Então ficoue espreitando pelas frestas do terreiro.
Ogum, ao perceber a angústia do orixá,  cobriu-o com uma roupa de palha que ocultava a sua cabeça e convidou-o a entrar e aproveitar dos festejos. Apesar de envergonhado, Obaluaê entrou, mas ninguém se aproximou dele.
iansã tudo acompanhava com o rabo do olho. Ela compreendia a triste situação de Omulu e dele se compadecia. Iansã esperou que ele estivesse bem no centro do barracão. O xirê estava animado. Os orixás dançavam alegremente com suas equedes. iansã então chegou bem perto dele e soprou suas roupas de mariô, levantando as palhas que cobriam a sua pestilência.
Nesse momento de encanto e ventania, as feridas de Obaluaê pularam para o  alto, transformadas numa chuva de pipocas, que se espalharam brancas pelo barracão.
Obaluaê, o deus das doenças, transformou-se num jovem, num jovem belo e encantador.
Obaluaê e Iansã Igbalé tprnaram-se grande amigos e reinaram juntos sobre o mundo dos espíritos, partilhando o poder único de abrir e interromper as demandas dos mortos sobre os homens.

(Prandi, Reginaldo. In Mitologia dos Orixás)
Desconheço a autoria das fotos publicadas acima.

Atotô Ajuberú, Omolú ke !

35 comentários:

Madame disse...

Ola
Recebi seu recado.
Acabei de te seguir acho que agora voce consegue ler meus posts.
Obrigada pela visita!

Abs.

Madame

Fabiano Mayrink disse...

Silvana acabei de ler o seu comentario, nao sei o que aconteceu, eu nao te exclui, ja ouvi uma outra blogueira falar que o blog dela estava acontecendo algo errado mais ja tem tempos, minha amiga o que eu posso fazer e te seguir novamente eu nao sou um exper em internet nao, desculpa...

o que aprendi foi fusando nos sites e blogues sobre o tema,

mais consegui entra no seu blog sem nenhum problema, tudo nos conformes, deve que ja cessou o problema, um abraço apertado!

Clecilene Carvalho disse...

Obrigada pelo enriquecimento que estás a proporcionar.

Tenha um final de semana muito feliz e de muita paz.

Daniel disse...

Silvana, você é descendente de índio? Ou é uma admiradora dessa cultura tão injustiçada?

Gosto muito do que conta aqui, da proposta desse blog, é bem diferente. Por isso minha curiosidade.
Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Ontem depois que recebi seu comentário sobre os problemas que vc estava tendo com o blog, seguidores...pois bem uma amiga me falou que era pane no google.
E ai está tudo normal agora amiga?

Bom carnaval.

beijooo.

Lidia Ferreira disse...

Linda eu não sei o que esta acontecendo , aki parece estar tudo normal , eu entrei pelo http://www.silnunesprof.blogspot.com
pois o atalho que vc deixou comentário o Xiwa diz que vc não ativou seu perfil , mas vou ver se consigo descobrir , eu nunca iria bloquear um blog que eu adro tanto rsrs
bjs

Anderson Fabiano disse...

que coisa mais linda, silvana!

seu trabalho lança uma nova luz sobre o entendimento dessa coisa mágica tão presente na nossa cultura. parabéns, amiga!

meu carinho,
anderson fabiano

Janice disse...

Silvana,
eu nem sei como se bloqueia o acesso de uma pessoa ao blog.
Fique tranquila que não te bloqueei e tente novamente entrar no meu blog.
Beijo:)

Jr Vilanova disse...

Textos elucidativos!
Não quero parecer redundante, quero apenas, mais uma vez, elogiar a iniciativa!

Estou de olho!
Jr.

Barbara disse...

AXÉ.
Aqui quase não comento.
Você é completa.

Amapola disse...

Boa tarde, Silvana.

Ontem você me perguntou se eu ia viajar, eu não vou não. Muito obrigada pelo carinho.
Silvana, eu estou vendo o Fabiano Mayrink dizendo que o seu link foi excluído do blog dele, mas foi no meu blog também. E foi hoje.
Eu ainda vou ler a lenda.
Beijos.
Bom carnaval.

manuel marques disse...

Ei não a excluí querida amiga.O meu blog está normal penso que será problema daí.Faço votos tudo se resolva depressinha.

Beijos

Amapola disse...

Boa tarde, Silvana.
Muito bonita, a lenda. É engraçado, quando chega na parte das "pipocas".

Beijos.

Ah... estou sentindo falta do seu link. Talvez ele volte, automaticamente, não é?
Um abraço.

catwoman disse...

Oi Silvana não tenho comentado os seus textos porque tenho passado mesmo só para os ler, pois tenho andado adoentada. Mas não podia deixar de dizer que, mais uma vez, você nos brindou com uma história linda. E se reflectissemos bem sobre ela quiçá não poderíamos aprender algumas lições...
Bjs.
Bom Carnaval.
Por aqui, hoje, impera a chuva.

Rui da Bica disse...

Olá Silvana.
Continuo a passar por aqui diariamente. Os seus posts impõem essa visita, mas acontece que o seu "icon" link, desapareceu dos que visitam regularmente o meu blog.
Eu não fiz nada.
Bjs.
.

Luciana disse...

Oi Silvana

Isso acontecesse as vezes eu tinha Orkut mas exclui pois não tinha o mesmo contato que no Blog prefiro o Blog sem dúvida.
Vou ficar por aqui mesmo no carnaval.

Bjs e um excelente feriado.

Lu

Anne Lieri disse...

Silvana,no meu blog o seu aparece,está tudo certinho,viu?Muito linda a história de Obaluaê!Um orixá que cura feridas.Gostei demais!Bjs,

Silvana Nunes .'. disse...

Gente, gostaria de avisar que desde ontem o meu perfil foi excluído dos demais. Quando tento adicionar vocês, aparece uma mensagem dizendo que " o proprietário do blog bloqueou a sua presença no site".
Não sei o que está acontecendo. Uma leitora falou para mim que o sistema Google estava com problemas, mas por que só o meu ? Se fosse assim estaríamos sem nehum seguidor. Gostaria de dizer que não fui eu quem excluiu ninguém, mesmo porque nem sei como se exclui alguém, quanto mais bloquear. Espero que vocês entendam o que está acontecendo e tenham a paciência de esperar para ver se o sistema volta ao normal.
Conto com a compreensão de vocês.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Silvana,

Não se preocupe, nós sabemos que certas coisas dão problemas mesmo.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca


-

Rosa Carioca disse...

COMO É QUE EU PODERIA BLOQUEAR ESTE BLOG E PERDER A OPORTUNIDADE DE APRENDER TANTO? JAMAIS!!!
ADORO PASSAR POR AQUI E, PARTICULARMENTE, GOSTO MUITO DESTE TEMA QUE AGORA ABORDAS: A CORRESPONDÊNCIA COM OS SANTOS CATÓLICOS.
BEIJINHOS.

Victor Gil disse...

Querida amiga Silvana.
Mais uma imensidão de misticismo lendário, que povoam as histórias populares de todos os sítios, neste caso no Brasil. Excelente como sempre a sua descrição.
Beijos amiga
Victor Gil

Drika disse...

Oi Sil... passei p desejar bom feriado!
Qto ao problema do blog isso ja aconteceu comigo uma vez tbm...logo volta ao normal...

Abraço no coração!

Canduxa disse...

Silvana,

esta história encantou-me!
é mágica!
Adoro histórias de Orixás.

beijinhos

Graça disse...

Silvana,

acalme-se, amiga!!

se ainda não voltou ao normal, logo voltará...

Acontece, eu tenho visto isso ocorrer em alguns blogs, depois normaliza.

Comigo tb está tudo certo.

Bela lenda!!!
Amo a raça indígena e tudo que diz respeito a ela!

Bom descanso de Carnaval ou boa folia...rs
Um beijo!

Hod disse...

Grto pela visita.
Silvana esses perrengues internéticos são o ossos de oficio, não se preocupe logo tudo fica novamente no eixos.
Bom carnaval e um forte abraço, com muitas bençãos.

Hod.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Silvana! Já tive problema parecido com esse que está acontecendo contigo. Verifique:

Se Mozilla: Clic Ferramentas + opções + Rede + Configurar conexão + autodetectar as configurações de proxy para esta rede.

Se Explorer: Clic Ferramentas + Opções de Internet + Avançadas + Usar HTTP 1.1 + Usar HTTP 1.1 através de conexões prox.

Depois das operações, reinicie o computador.

Pode estar havendo pane no site da Google.

Nunca bloqueei ninguém. fique tranquila.

Beijos,

Furtado.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Silvana,querida!

Por favor,não fique muito preocupada,isto também acontece comigo em alguns blogs que dias depois voltam ao normal.

Só não concordo com eles colocarem que o dono do blog não quer receber a visita do comentarista.

Quem sabe agora até já está tudo bem!!

Volto depois para ler seu post com mais cuidado ,pois amo os orixás!!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

Mel Redi disse...

Olá, Silvana! Daqui está tudo OK! Parabéns por mais esta interessante pesquisa Ab Mel

Daniel Savio disse...

Interessante, mas uma pergunta, como assim eu te bloquei?!

Não fiz isto não menina...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

angela disse...

Silvana
Não sei o que aconteceu, eu não a exclui.
Vou me inscrever novamente.
Esta muito legal essa serie sobre os Orixas.
beijos

disse...

Nossa !
Legaal a história ! :)

beijos!

Bom Carnaval !

Elaine Barnes disse...

Oi, tudo bem?ei com a Lidia,mas, não havia nada errado com o blog.Eu de verdade nunca exclui alguém e nem saberia como fazer isso. É claro que pelos comentários que deixo aqui , minhas constantes visitas e a recíproca, não teria motivo algum para fazer isso. Te gosto pra caramba! Aconteceu comigo tb, não consegui postar comentários em uma porça de blogs, inclusive no da curiosa, até mandei um e'mail para ela explicando.
Adorei a explicação da lavagem das escadas,sou descendente de escravos e pelo que sei os sobrenomes eram colocados na época por identificação. Meu nome é Elaine Barnes Bonfim rs... Montão de bjs

Nathã disse...

gostei

Anônimo disse...

gostei

Um Quê de Negritude disse...

nossa éexatamente disso que meu blog precisa enriquecimento teorico pratico já temos .. obr