quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O CONTO DE FADAS DO SÉCULO XXI.


 QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA.


Era uma vez uma linda moça que perguntou a um simpático rapaz:

- Amor, você quer casar comigo?

Ele respondeu:

- NÃO!

E a moça não se deu por vencida, viveu feliz para sempre. 
Foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou vários  lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas todas as vezes  que tinha vontade e ninguém dava palpites tão pouco não mandava nela.


Quanto ao rapaz, bem... não teve a mesma sorte.


O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER.

FIM!!!


Ahahahah, me desculpem rapazes.
Eu recebi esta história por e-mail de um amigo e não podia deixar de publicar.

Nada pessoal, mas este conto é simplesmente genial.



49 comentários:

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Menina! Voce me surpreendeu.
Um abraço.

Rita disse...

Bom dia amiga! Que vc tenha uma ótima semana.
bjs

O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno.
William Shakespeare

heli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
heli disse...

Silvana.
Lindo o seu texto.Tem um presente para você lá no Chega Junto.
Saudações florestais.
heli

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Acho voce bem culta, e estava esperando a devida cultura, como todos seus trabalhos, quando estava lendo, me deu a idéia que estava subindo uma escadaria e de repente cai, mas no riso.
Achei, somente, bem diferente de tudo que voce transmite. É bem engraçado.
Estava na internet, quando se deu o apagão, mas daí alguns segundos voltou.
Fique com Deus, obrigada pelo seu esforço.

Pelos caminhos da vida. disse...

Ahahaha, gostei.

Bom dia.

beijooo.

Layla Barlavento disse...

Sabe, só construí realmente meu reino depois que me separei. Esse conto de fadas tem muito fundamento viu? rsrsrsrs

Beijos na alma!
Layla Barlavento
http;//culpadowalter.blogspot.com

Anabela disse...

Boa,silvana!!!!!!!!!

Flor ♥ disse...

Bom dia!!!

Essa é mesmo genial... kkkkkkkkk


Bjs.

Cáh disse...

Huahuahuahauha....


adorei! eu li uma vez isso daí, mas tinha me esquecido!

Viva as mulheres!
Beijos

Nárriman Alcure disse...

Menina, sabe que esse conto não tem nada de ficção???
Sem querer puxar a cordinha p/ nosso lado (mas já puxando), o que o a gente mais vê por ai são mulheres que "se descobrem", passam a enxergar o sol quando não tem uma figura masculina em sua frente, lhe proporcionando aquela sombrinha gostosa...
A vida muda quando elas descobrem que estão sozinhas e que são as ÚNICAS responsáveis pelo seu bem-estar.

micael disse...

QUE SORTE A DELE!..

Ela viajou?
Se tivesse casado com ela, tinha pago as viagens...

Ela comprou OUTRO CARRO?
Ele tinha pago (pelo menos) TRÊS CARROS (dois para ela passear mais o dele a que tem direito)...

Ela mobilou a casa? Pelo que vejo das telenovelas brasileiras... Elas não se fazem rogadas em decorar tudo de alto a baixo...
Ele tinha pago tudo!..

Ela foi morar na praia!
Mais uma vivenda que ele tinha que comprar..

Com as grades de cerveja... Não havia grande prejuízo. Dividia a meias...

Com tantas coisas que ela queria, como podia mandar nela????
O desgraçado tinha sido um escravo!

Agora, se ele ficou barrigudo, foi porque comeu o que gostou...
(nota: ela também ficou barriguda se bebeu muita cervaja!!! e que raio de rapazes ela arranjou? Ceguetas?!!)

Se a bunda caíu, o pinto murchou(!) e se ficou pobre... O rapaz gozou a vida!..

Não se esqueça amiga, que o homem vivia no PARAÍSO, antes da mulher aparecer... Até os animais falavam!... Deus arranjou uma complicação dos diabos ao lembra-se de criar a mulher!..

MAS É TÃO BOM TER UMA AO LADO...
É verdade, sim senhor!..
Ficámos sem o Paraíso... mas já desculpei Deus por ter feito uma obra deliciosa!.. Agora, Ele sabe que não pode mandar-nos para o inferno. Foi Ele que arranjou todo este sarilho!..
AH! AH! AH! AH!

Beijinhos

Rosangila Romanin disse...

Nossa! estou impressionada com tanta coisa boa pra ler nesse blog. voltarei mais vezes sim.
Aproveito pra agradeçer a sua presença lá no meu blog http://biblidarosi.blogspot.com
Fiquei tão feliz pois você foi a primeira a comentar e a seguir-me.Inaugurei ontem o blog e já tive uma visita ilumindada como você. Muito obrigada de coração. Parabéns pelo seu blog. ótimo conteúdo!
Aproveito pra comunicar sobre meu blog com assuntos educacionais, mas não repare pois atualmente estou sem tempo de atualizá-lo e começei a divulgar sorteio pra minhas amigas. É simples, mas tenho muito carinho por ele...http:fenae.blogspot.com
obrigada por tudo, mais uma vez, pela força no meu blog novo!
Abraços!
Rosangila

ZildaeAntonio disse...

Oi, Silvana
Amei seu Post! Assim, ficou provado que a mulher é mesmo imprescindível na vida do homem, enquanto o homem não é tanto assim para a mulher bem resolvida.
Um abraço e tudo de bom!

A Moni. disse...

Quando eu crescer quero ser igual à moça do conto!
rsrsrs

Vim agradecer a visita e conhecer sua "casa"... Vou voltar sempre!

Abraços!

Marcelo Mayer disse...

depois nos chamam de machistas! maldito moralismo feminino! hahaha

porém, concordo... eu quero é mesmo ter uma mulher que trabalhe o dia todo, pague minhas contas, meus desejos e me compre tudo que quero consumir... quero mesmo ficar o dia todo em casa sem fazer nada!

Beta disse...

Menina eu tb adoro esta historinha! hahaha

bjkas
beta

manuel marques disse...

Mazinha...

Abraço,passei e gostei.

Manuela Freitas disse...

Olá,
Está giro, além disso é preciso reverter aquelas velhas histórias, da mulher que se casa para ser feliz, com um sapo que se transforma num príncipe e juntos foram felizes para sempre e tiveram muitos filhos...pois isso já foi!...Eheheheheh,
Beijos,
Manuela

Eliezer Albuquerque disse...

Caramba!!! Dessa escapei por pouco.
Ainda bem que disse sim quando uma moça me pediu em casamento. Hoje ela já é uma senhora, a mocidade passou, mas ainda vivo com ela e numa situação financeira melhor do que quando casamos.
Não fiquei careca nem barrigudo.
A bunda, bem, digamos que não está bem calibrada, mas também não murchou.
E o pinto, ahhhh, esse ainda está funcionando. Está cambaleando, mas ainda não caiu.
rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.
Acho que posso concluir que sou um "RAPAZ" de sorte.
Valeu, gostei da piada.

Vane Aguiar disse...

Gostei muito da sua proposta e imagino que deve ser delicioso morar entre os bichos e Deus... Gostaria de viver assim tbm...

Abraços

http://cabiveiseincabiveis.blogspot.com/

Luciana Casado disse...

hahahahaha que tudo, Silvana!!!
Adorei!!

lusibero disse...

SILVANA: O que os últimos trinta anos deram à mulher foi, em parte , ajudá-la a ver que se arranja muito bem sozinha!O homem está a sofrer muito com a libertação da mulher... Basta olhar para a opinião desse mocinho aí atrás. Amulher ,hoje, nos países ditos, ocidentais até já são capazes de comprar casa , carro e tratar dos filhos com o seu salário! Eu descobri isso, há 25 anos!
BEIJO DE LUSIBERO(http://lusibero.blogspot.com)

Tatiane Garcia disse...

Olá Silvana, que mulher culta você é...andei olhando suas postagens, fotos, citações de autores...pessoas como vc são raras hoje hein...meus parabéns pelo seu trabalho !!!

Lucia França disse...

Olá Silvana, tudo bom?
Adorei esse conto,é tudo de bom!!
bjs.

Sueli disse...

Silvana,

Adorei o seu blog, com certeza estará como indicação no meu blog. Assim como você também que acredito que PODEMOS... SIM, NÓS PODEMOS MUDAR O MUDO ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO.
Fiquei muito feliz com o seu comentário e volte sempre, deixando sugestões, críticas, etc.
Espero um dia poder falar assim como você... 'hoje estou escutando o barulho dos passáros' e não dos escapamentos da motos que insistem em incomodar o meu silêncio.

Saudações Urbanas... e até mais.

PS: Depois dê uma passadinha no meu blog, já estou indicando o seu para os meus visitantes.

http://professorasueli-historia.blogspot.com

Estrela disse...

Oi Silvana, teu blog é mesmo apaixonante!
Também me vingou! Bjus!

Profª. Rosa disse...

Olá Silvana!!

Obrigada pela visita no blog!! Que lindo tudo isso... parabéns!! Adorei!!

alegria de viver disse...

Olá querida
Que bom, um conto para rir.
Com carinho BJS.

Fernanda disse...

Amiga Silvana,

Bem feito para ele!

Sabe? esta sua história fez-me lembrar outra que se calhar não sabe.
É outra versão da história do príncipe encantado no lago...que quando vê uma menina linda que se aproxima lhe pede um beijo.
Em troca ele casaria com ela, ela seria a sua princesa, iria viver para o seu castelo, com a rainha mãe, teria os seus filhos, trataria dele e da sua roupa bem como refeições, enfim ...de todo o castelo.

A menina pensou alguns minutos e nessa mesma noite, como entrada antes do jantar, ela comeu umas deliciosas perninhas de sapo...ahahahah!

Esperta, ah?

Beijo
Fernanda Ferreira (Ná)

serjão carvalho disse...

Silvana, sinta-se não vingada, mas ótima, felizmente vocês mulheres estão cada vez mais independentes e poderosas, posso falar com certeza do assunto, pois tenho em casa três: Esposa, mãe e filha. e me sinto muito honrado de fazer parte do cotidiano delas. Claro que como mero coadjuvante. Saudações do Grande Arquiteto do Universo!

Claudinha disse...

Garanto que esse post bateu o recorde de comentários! Rsrsr! Um pouquinho de auto-estima faz tão bem...
Bjs!

Andorinha em Canchungo disse...

Cara Professora Silvana Nunes
Sentimo-nos lisonjeados por ter acedido ao blog Andorinha em Canchungo, que pretende retratar uma iniciativa de promoção das suas gentes – através nomeadamente da Língua Portuguesa – que habitam um recanto belíssimo da Guiné-Bissau, em África.
Gostei muitíssimo de viajar pelo seu blog – e ainda estou longe de (usu)fruir de todo o seu conteúdo. As minhas felicitações por estar a erguer uma obra de recolha memória cultura – este não é o Brasil que chega a Portugal através das infindáveis telenovelas televisivas...
Neste momento, aderiram quatro escolas em Portugal para montarem realizarem um projecto com escolas congéneres na região de Canchungo. O início será tão simples como isto: troca de correspondência escolar ente alunos e professores – com o objectivo de praticarem a Língua Portuguesa pela escrita e leitura. Será que poderia juntar-se a nós através da sua escola no Brasil? – introduziria uma motivação extraordinária a todos os participantes!
Voltarei periodicamente ao seu blog. Poderei enviar-lhe o contacto de uma universitária chilena que também se apaixonou por terras guineenses e que é hoje responsável pela recolha – e publicação – dos contos tradicionais da oralidade guineense, caso estiver interessada.
Um imenso abraço
António Alberto Alves
www.andorinhaemcanchungo.blogspot.com

Lou Witt disse...

KKKKKKKKKKK

Ri muito também com o comentário do Micael!!!

São os dois lados da moeda!!!

Eita vida engraçada!!!

Beijos!!!

M. Lourdes disse...

Silvana
Afinal este post não é lenda. É uma realidade muito presente.
Beijinhos

Gerana Damulakis disse...

Maravilha que o conto de fadas hoje seja assim: a mulher podendo existir como indivíduo, sem necessariamente o príncipe ao lado para sua proteção.
Tenho uma prima que resume marido em: arroto, ronco e peido. Desculpe pelas palavras, mas que são verdadeiras, lá isso são.

Rute disse...

rsrsrsrsrs, ri muito.
Olá Silvana, obrigada pelo seu comentário no meu blog.Passando aqui para conhecer seu cantinho, parabéns pelas postagens
Beijinhos
www.rute-rute.blogspot.com

Sonia Schmorantz disse...

Adorei!!! Tem um texto do Luiz Fernando Veríssimo que também conta a historia de uma princesa do século XXI, é por aí, rsss
beijos

REGINA GOULART SANTOS disse...

Silvana, não poderia deixar de dizer o seguinte : "Viva o século XXI" ! Viva as mulheres bem-resolvidas !
Viva o bom senso ! Viva a liberdade das mulheres inteligentes !
Mas, viva também os homens afortunados, que sabem como reconhecer de longe, o valor de mulheres especiais, que vão à luta, que fazem a diferença, e acima de tudo, possuem conteúdo.
Dessa vez, você me fez chorar de tanto rir...rsrs ! Tadinho do sapinho ...
Valeu !

Bjs. mil

Luna disse...

Perfeito! Amei!
Gostei mais ainda de conhecer seu cantinho, maravilhoso.
Beijos!
Luna

Giuliano disse...

Retribuindo a visita, e que prazer.
Belíssimo trabalho em favor da Cultura, vou acompanhar seu blog e ler os posts mais antigos, aos pouquinhos.

PS: Espero que seu problema com a visão esteja sanado, ou que se resolva rapidamente e da melhor maneira possível.

O LOBO de....POTT disse...

Essa estória é mentira.
Ela é que ficou gorda,feia e chorando toda a vida.
Voces mulheres contam sempre tudo ao contrário....

bj

Lobo

Irene Moreira disse...

Silvana Como vai ! estou aqui lendo essa história muito interessante - Para essa moça que recebeu um não - deve ter se sentido perplexa e aliviada, pois não casou com esse rapaz. Obrigado pela visita e volte sempre. Beijos

Silvana Mello disse...

Já conhecia essa história, mas adorei reler. Um dos privilégios do nosso mundo comtemporâneo: Liberdade de escolha. Adorei também ler o Micael "esperneando" .kkkkkkkkkkkkkk. Bjinhosssss

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, você é má (pow, avacalhou os meninos)...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de maldade.

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

analice alves disse...

maravilhoso o texto adorei parábens bjuss^^

analice alves disse...

adorei amigaaa...parábens bjuss^^

Silvana disse...

háháháhá....amei!!!
Você é genial...!!!
Beijos!
Silvana

Anônimo disse...

Interessante como as pessoas gostam de chutar cachorro morto. Acho que as mulheres. Coisa mais fácil hoje em dia é diminuir os homens... daqui a pouco tempo as mulheres vão ter que procurar as virtudes do homem para exalta-las, para que pelo menos 10 % deles mantenham-se heterossexuais.