domingo, 29 de novembro de 2009

ONDE SERÁ QUE FICA A TAL "CASA- DA- MÃE- JOANA "?

É muito comum usar a expressão "casa-da-mãe-Joana" para se referir a um ambiente de bagunça. Mas por que se relaciona a tal Joana com a desordem? 
E afinal, onde ficava a "casa-da-mãe-Joana"?
 De acordo com Reinaldo Pimenta, professor de língua portuguesa, a expressão popular surgiu no século XIV a partir das desventuras de uma Joana que, de rainha, passou a ser fugitiva.

Segundo descreve Pimenta, em seu livro "Casa da mãe Joana", Joana I era a rainha de Nápoles e considerada a protetora cultural de poetas e intelectuais por causa de sua beleza e inteligência.
Ela se casou com seu primo Andrew, irmão de Luís I, rei da Hungria.

Algum tempo depois, Andrew foi assassinado em uma conspiração que, de acordo com a obra, teve a participação da própria Joana. Enfurecido, o irmão da vítima resolveu invadir Nápoles em 1348 perseguindo Joana, que se viu obrigada a fugir para a localidade de Avignon, na França.

Uma vez instalada em um palácio que já havia sido a moradia de sete papas, Joana passou a mandar e desmandar na cidade.
 Tanto que resolveu regulamentar os bordéis de Avignon, determinando que cada estabelecimento deveria ter uma porta por onde qualquer pessoa poderia entrar.
A partir disso, cada bordel ficou conhecido como "Paço da Mãe Joana", considerada a dona da cidade.

Mais tarde, Joana vendeu a cidade com a condição de ser declarada inocente de participação na morte do ex-marido. Em 1382, Joana foi assassinada por seu sobrinho e herdeiro, Carlos de Anjou.

Chegando essa história ao Brasil,  a palavra "paço" foi modificada para um formato mais popular, "casa", gerando a expressão como é conhecida até hoje: "Casa-da-mãe-Joana".

36 comentários:

Bárbara disse...

Olha eu aqui sendo uma das primeiras a comentar!
Achei muito legal você morar na mata atlântica!Eu também adoro mato kkkk eu até tenho uma chácara onde vou para passar o final de semana,mas duvido muito que aguentaria morar lá!
Muito legal a história da casa da mãe Joana,existem muitas expressões da lingua portuguesa que utilizamos sem nem saber de onde veio,essa mesmo digo lingua portuguesa mas veio lá da europa!
Beijoooooooooos!

Daniel Savio disse...

Interessante, mas já vi um blog com este nome...

Hua, kkk, ha, ha, saudade da dona dele (e do próprio também, pois foi desativado)...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Beta disse...

Que interessante esta história!
Adorei!

Bj
Beta

Pelos caminhos da vida. disse...

Poxa não imaginava que vc morasse na mata atlântica, deve ser muito bom estar direto com a natureza, sem poluição,é outra vida,ou melhor isso é viver bem.

Engraçado como até hoje usammos essa frase "casa da mãe joana".

Bom domingo pra vc.

Obrigada por me visitares.

Um gde abraço.

beijooo.

ROSA GLACE disse...

Achei engraçado e interessante essa explicação,para uma expressão tão comum.Você sempre a nos instruir e divertir.bjs

Rosan disse...

Silvana,
Muito interessante esta história, eu mesmo as vezes uso aqui em casa, quando meus filhos bagunçam demais a casa ou o quarto deles, eu digo: pensam que a qui é a casa-da-mãe-Joana?
engraçado, mas acho melhor parar de dizer porque segundo teu relato porta-da-mãe-Joana, não era um lugar assim tão comportado quanto uma casa de família, como se diz.
obrigada por mais esta informação.
beijos.
Rosan

Licínio Filho disse...

Hummm...então é Joana que comandava a sacanagem toda,hein!?
Conheço um país que também é chamado de casa da Mãe Joana...
bem...foi desse jeito que eu também ouvi dizer...hahahah...
Obrigado por mais esta história.
Abraços.

Maria José disse...

Querida. Não conhecia a história. O que me impressiona é a continuidade das expressões populares, que neste caso, dura há 700 anos. Obrigada por compartilhar conosco estas maravilhas da história. Beijos.

manuel marques disse...

Ora aqui está a resposta a
"casa da joana" é assim que se diz em Portugal, a várias interrogações que tenho feito sobre o caso.

Beijo e um bem haja.

© Piedade Araújo Sol disse...

´Querida Sil

aqui em Portugal também se usa essa expressão, e nalguns locais apenas " a casa da mãe joana" eu conhecia a origem, mas gostei de ler o seu poste.

grata por o ter escrito.

deixo um beijo

Ana Isabel disse...

A sua filosofia de vida encanta-me.
Tudo que se faz por opção própria tem imenso mérito.
Não deixar cair no esquecimento as nossas tradições, a nossa cultura,permitir que outros a conheçam e divulguem,é um trabalho que merece todo o louvor.
Desse país de tantas belezas naturais,estive em Ouro Preto, Minas Gerais.Lindo..tão lindo e tão rico em tradição!

Obrigada e um abraço grande.

alegria de viver disse...

Olá querida
Uma lenda internacional.
Não sabia, achei que era uma pessoa muito doce e todos gostavam de ficar na sua casa.
Com muito carinho BJS.

Pedrasnuas disse...

SILVANA,NÃO FAZIA IDEIA DA ORIGEM "CASA DA MÃE JOANA" ...POR ACASO NÃO FOI POR UMA BOA RAZÃO QUE ELA FICOU CONHECIDA...POBRE JOANA!!!

EU COMPREENDO AS DIFICUDADES DE VIVER NO MEIO DO MATO... E ADMIRO TODA ESSA CORAGEM PARA ENFRENTAR TEMPESTADES E AFINS...NÃO ERA PARA MIM, SOU MUITO ASSUSTADA...
OBRIGADA PELO TEU COMENTÁRIO...APAREÇA SEMPRE QUE FOR POSSÍVEL...PENSAR QUE NESTE MOMENTO EXISTE UMA PROFESSORA QUE COMUNICA COMIGO DO MEIO DA MATA AMAZÓNICA...
É UM FENÓMENO...CONTINUA NA TUA LUTA QUE ESSAS CRIANÇAS VÃO TE LEMBRAR PARA SEMPRE...ESSAS GENTE SABERÁ AGRADECER OS TEUS FEITOS.

DESEJO-TE UMA BOA SEMANA,BOA SORTE E FORÇA!!!

Jorge disse...

Silvana
Muito interessante a história. Eu nem sabia que Joana era rainha...rs
Um pouco mais de cultura me faz muito bem, obrigado!

Saudações urbanas!
Jorge

louca esquizoffrenica disse...

Obrigado pela visita Silvana
Postas coisas muito interessantes.Uma expressão que utilizo muito e da qual não sabia a origem.

ZildaeAntonio disse...

OI, Silvana
Muito boa a sua ilustração sobre a expressão "casa-da-mãe-joana". Mas do jeito que eu ouvi dizer e de acordo com o andar da carruagem a "casa-da-mãe-joana" fica aqui mesmo no Brasil, para ser mais precisa em Brasília.
Um abraço e tudo de bom!

Fatima disse...

Aprendi mais uma com você!
bjs.

Fabiano Mayrink disse...

Nossa que historia em... Agora sei de onde vem a expresao casa da mae joana, bom aqui em casa ja esteve em momentos de casa da mae joana, uma bagunça rs, mais agora ta bom, tem uma avenida aqui zoeira dia e noite, muita pueira vem pra casa, ai ai as vezes deve ser bom morar no mato como vc!

bjs

Anna Linhares disse...

Aprendo muito em seu blog. Parabéns. ELE É LINDO DEMAIS!!!

Gerana Damulakis disse...

Foi a primeira vez que vc contou algo que eu já sabia e justamente por causa do livro. Há várias expressões com origens interessantes ali.

Jeanne disse...

muito interessante esta história, não tinha a mínima idéia da origem desta expressão,rsrsrs
adorei saber.
Beijos :)

Tecendo Histórias disse...

Minha querida amiga "florestal": adorei a visitinha e o comentário ( uma delícia qdo as pessoas realmente "falam" com a gente, e não apenas "passam para deixar um selinho, ou um oizinho, ou divulgar alguma coisa..."Me deixa sempre a impressão que o que postei não tem a menor importância...( e eu que cuido tanto, escolho o que postar...).Já pensei até em "dar um tempo", mas pessoas como você nos jogam para o alto, sacodem a poeira e - de quebra - nos dão um beijo no coração ! obrigada ! Adorei a história-explicação da tal "casa da mãe Joana". Sempre nos brindando com algo interessante. Aqui em Sampa o tempo também anda terrível , e para minha surpresa é a cidade onde mais caem raios...do mundo !!!( Eu carioquinha da gema, nesta selva de concreto e no meio de raios e trovões...e o pior: aqui também a conexão é péssima !!!Por conta do apagão fiquei 2 dias sem a infernet e agora a bichinha quer descanso...acredita ???). Beijos supermetropolitanos...mas cheios de carinhos verdejantes !!!Betty

Mimirabolante disse...

oi,entendo as suas dificuldades.....porém,vc está bem acompanhada....uma natureza verdejante só para vc....obrigada pelo carinho....
Qt a sua história ,super interessante.....e o ditado,gostoso de se dizer....bjcas...

Mimirabolante disse...

oi,entendo as suas dificuldades.....porém,vc está bem acompanhada....uma natureza verdejante só para vc....obrigada pelo carinho....
Qt a sua história ,super interessante.....e o ditado,gostoso de se dizer....bjcas...

Regina Fernandes disse...

Imagina! A Joana era uma rainha!!! Amei!

Bjocas

A Moni. disse...

Bom demais aprender por aqui...

Um abraço e ótima semana, Silvana!

Miguel disse...

Desculpe por estar respondendo e retribuindo a sua visita somente agora, mas tenho andado muito atarefado ultimamente. O blog que você visitou não é particularmente meu, mas sim da escola. Feito feito com o intuito de incentivar nossos alunos a desenvolver o gosto pela leitura. O seu blog é muito interessante pois vem de encontro aos nossos interesses. Vou colocar um link para nossos alunos te visitar.
Abraços

Miguel

Anônimo disse...

Silvana, gostei muito do seu blog achei bem interessante as suas histórias,parabéns!
Gostaria muito de um dia também poder conhecer a Mata Atlântica.Obrigada por sua visita em meu blog.Bjs

vilmair disse...

Silvana, achei bem interessante o seu blog,parabéns!
Gostaria de um dia também conhecer a Mata Atlântica deve ser muito legal.
Obrigada por visitar o meu blog.Bjs

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Há quanto tempo eu conheço essa expressão.
Você sempre colocando as explicações de coisas que nem imagino!
Xeros!

Prof. Regina de Lima disse...

Querida amiga florestal:
Sua lembrança sobre a expressão "casa da mãe joana" deu-me uma ótima ideia: pedirei aos alunos que pesquisem explicações para algumas outras expressões que usamos. Vamos ver no que vai dar!
Obrigada!

Abraços paraibanos!!!

Regina (www.tecendootexto.blogspot.com)

Sonia Novaes disse...

Rolei de rir,sabe porque?
Aqui em casa agora só estou com um filho,porque o outro já bateu as asas...rss...mas o que ficou,nem parece que tem 26 anos.O quarto dele é uma bagunça e, quando ele está em casa,vivo dizendo´prá ele:Credo,filho seu quarto está parecendo a Casa da mãe Joana...kkk...
Nem eu sabia que havia um porquê,nessa história toda que vc escreveu.
Parabéns,achei muito divertido o significado dessa expressão,quem sabe quando eu for novamente chamar atenção do meu filho,eu possa estar contando para ele o que li aqui no seu blog.
Também gosto de contar "causos"...
Bjs

Clecilene Carvalho disse...

Acredito que meus comentários/visitas neste blog será uma constante, pois tenho muito o que apreender com vc.

Beijos!

Silvana disse...

Minha xará! Amo floresta, não moro numa, mas moro num lugar gostoso e tranquilo, com um lago com patos e alguns passarinhos que vem refugiar-se nas poucas árvores que circundam a piscina. Fiquei surpresa ao encontrar de onde veio o bordão "casa da mãe Joana" eu continuo falando isso até aqui mesmo em Miami....rsrs...amei saber a origem!
Estou amando seu blog. Sempre amei ler, algo que agora está um pouco difícil, mas não impossível, uma vez que tenho que influenciar minha pequena cria nessa deliciosa viagem e aprendizado!
Virei pouco a pouco até conseguir ler tudo!
Parabéns por esse cantinho tão rico de informações do meu querido e saudoso Brasil e boa leitura!
Beijinhos!
Silvana

Lusa Piancó Vilar disse...

Querida Silvana, agradeço-lhe pelo comentário no meu Blog Raízes do Coração. Na verdade o "Raízes do Coração" é praticamente um anexo do "Raízes", meu Blog principal o qual está interligado com vários outros. Obrigada pela oportunidade de conhecer esse espaço maravihoso a serviço da cultura do nosso país. Magnífico trabalho você está realizando, é uma honra para mim divulgar o seu blog, ele tem excelente conteúdo, presta inestimável contribuição a todos que se interessam pelo conhecimento. Parabéns, Silvana, vou colocar um link para o Blog "Os Netinhos",pois, Mariana é a minha netinha mais velha, já está nos anos iniciais do Ensino Fundamental e vezes por outra suas pesquisas estão bem na direcionalidade do que vi escrito por aqui. Bom, e a Casa de Mãe Joana! Eu adorei conhecer o significado dessa expressão, pois passei minha infância e adolescência inteirinha ouvindo da minha saudosa mãe "Vocês se orientem, guardem essa bagunça toda que aqui não é a Casa de Mãe Joana". Nem a gente, nem ela sabíamos quem diacho era Mãe Joana e o pior é que naquele interior brabo em que nascí, há 60 anos atrás, onde e em que pesquisar! Adorei, maravilha isso tudo por aqui.Voltarei mais vezes. Beijos!

Prof. Adinalzir disse...

Vivendo e aprendendo no seu blog!
Adorei o texto. Abraços, :-)