terça-feira, 17 de novembro de 2009

O PALHAÇO DO COQUEIRO.


O palhaço do coqueiro é uma lenda lá do Janga (bairro de Paulista, em Pernambuco) .
O povo conta que um palhaço frustrado que fugiu do circo, vive por aquelas bandas  pregando sustos nas pessoas, principalmente nas noites de  quarto minguante.
É o seguinte:
Um palhaço que não conseguia fazer as pessoas rirem no circo, acaba enlouquecendo e foge. Somente a lua minguante ri para ele, e por isso o palhaço passa as noites de lua minguante em cima dos coqueiros observando o sorriso da lua. 
O problema acontece quando uma nuvem passa pela lua encobrindo seu sorriso... daí então o palhaço desce do coqueiro em busca de sorrisos.
Quando encontra alguém ele começa a fazer palhaçadas (nada engraçadas) e se a pessoa não sorrir, hum... ele mata de susto.
  E assim vai até que a nuvem saia de frente da lua.

Mas será que ninguém prende esse palhaço ?

29 comentários:

Beta disse...

Nossa fiquei com medo...

Luciana Casado disse...

Oi Silvana, não sabia dessa história e ela chega a dar medo!! hehehe
Bjus, Lu

Reino da Fantasia disse...

Deixa o palhacinho se distrai matndo as pessoas de susto..rs. Se eu encontrar com ele,prometo que vou sorrir das suas palhaçadas.bjs

Rafaela Marinheiro disse...

Essa é realmente boa. Um palhaço que mata todos de susto..hehehehe.
Saudações.

Elizabeth disse...

Oi Silvana,
Esse texto me lembrou uma pessoa que viveu aqui em Campinas. O povo o apelidou de ´´ Mané Fala Ó``.
Qdo passava perto das pessoas insistia em cumprimentar, se a pessoa não ligava ele ficava violento e agredia. Quando era criança tinha muito medo dele, coitadinho.
Abraços.

Fernanda disse...

Olá Silvana,

Macaco sofre......
Tudo isso só porque ele não conseguia ser engraçado e fazer as pessoas, pronto! Há quem fique doido por muito menos.

Beijos

Ramosforest.Environment disse...

Você prende nossa atenção.
Luiz Ramos

Anna D'Castro disse...

Oi Sil!
Encantada com seu blog e com todo o conhecimento que transmite.
Parabéns pelo seu belo trabalho de pesquiza e de ótima organização e lindíssima apresentação...
Grata por sua visita a um dos meus blogs, mas sobretudo grata por seu fantástico trabalho de sabedoria e compartilhamento.
Um beijo
Anna D'Castro

Almanakut Brasil disse...

Muito Obrigado, Silvana!

Você é uma pessoa privilegiada!

DEUS te acompanhe!

Beijos.

Gabriela Silva disse...

Essa eu não conhecia!!! No Pará tem muitas lendas assim... Gostei. Beijos e obrigada pela visita!

TiO ZeH disse...

Primeiramente, obrigadíssimo por comentar no meu blog...
Gostei muito do texto/reflexão da moça e do rapaz, todos são ótimos, mas esse é uma lição para ambos. Na verdade, todos vivemos procurando o príncipe e a princesa encantados, mas não podemos esquecer de nós mesmos... a realidade nua e crua é que a mulher é sempre o ponto de apoio do homem, mesmo que seja pra chorar no seu ombro, de vez em quando!!
Já q vc pediu, meus links:
http://refletindo-ideias.blogspot.com/
http://doutorvideos.blogspot.com/
http://doutorgoogle.blogspot.com/

Será um prazer continuar recebendo suas visitas e seus comentários tão tocantes e especiais.
bj, fica com Deus.

TiO ZeH disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
TiO ZeH disse...

Seu blog me da a impressão de que estamos em mundos diferentes e isso que é o diferencial...
Precisamos mesmo divulgar nosso eco-sistema, para que as pessoas se conscientizem e nunca deixem que ele morra...
Não sei se vc gosta, mas se quiser vou fazer um "LINKE-ME" pra poder divulgar melhor o seu blog.
Vou fazer um banner e postar em "parceria", se vc gostar, mando o código pra vc.
Fica com Deus, bj.

Regina Fernandes disse...

Ah! Coitado do palhaço! Já pensou fazer palhaçada e ninguém sorrir??? Deve ter sido muito triste! Deixa ele....

Bjocas
Lindo dia

Pedro Antônio disse...

Que lenda fascinante! Simplesmente adorei! É triste, é misteriosa... e um pouquinho feliz (já que eu adoro palhaço!).

Parabéns pela escolha repleta de sensibilidade!

Um abração!

Pedro Antônio
www.atorremagica.blogspot.com

Pati Araújo disse...

Oi Silvana,

Passei pra te recomendar um blog:

http://carissimascatrevagens.blogspot.com/

É totalmente retrô, se vc ainda não conhece, acho que vai gostar.

Beijos :)

Marcia Carneiro disse...

Li teu blog ! Vou adorar que se mantenha contato sim!! A atenção da gente é algo que teu texto prende...Muito abrigada por compartilhar tanta sabedoria e luz! O lugar que moras é privilegiado... O nome que tu escolheu pro teu blog FOI DESSE JEITO QUE OUVI DIZER é muito mágico. Percebo que temos muito em comum. E penso da masma maneira sobre tudo o que li no teu comentário!!! Agora te sigo. Obrigada por me achar!!!! Vou adorar que me leias ! Bj amada !

Luciene Medeiros disse...

Olaaá Silvana!!!
Obrigada pela visita!
Amei o seu blog, muito interessante mesmo e
em relação ao comentário que deixou no meu blog... belo exemplo o seu... se todos fizessem isso, tudo seria diferente.
Já me tornei seguidora para ficar mais pertinho de vc.
Ah... que chato né... escutar só os sons dos (pássaros, grilos, micos, caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata),rsrsrs, opá... saci pererê?!, rsrsrs.
Como vc pediu... segue os links dos meus blogs:
http://coisaslegaisdalu.blogspot.com/
http://lucienedemedeiros.blogspot.com/
http://louvaiservosdosenhor.blogspot.com/

Bjs e fica com Deus!

Café com Bolo disse...

Oi Silvana, eu tenho um medo de palhaço...sempre tive desde pequena....
Mas pq vc não respondeu ao fórum lá no blog....o que te faz feliz?
Bjs

manuel marques disse...

palhaço triste
é como pássaro preso
sem alpiste.

Abraço.

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, senão prende os palhaços que colocamos na politica, imagina aqueles com problemas psicologicos...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Cris Marques disse...

Silvana!
Agradeço sua visita ao meu blog...
Aliás o seu é muito criativo.
Fique com Deus!
Cris

Sônia Brandão disse...

Que bom ler aqui mais uma história.
O que pode ser pior do que um palhaço que não consegue fazer com que as pessoas riam?

bjs

alegria de viver disse...

Querida
Estas lendas são surpreendentes, tão lindas.Que palhacinho bonitinho.
Com muito carinho BJS.

Maria Ribeiro disse...

SILVANA: adoro este seu cantinho, onde posso aprender tanto sobre a vossa cultura, os usos e costumes, inteirar-me de factos sobre os índios, cultura que me fascina!Continua publicando o aspecto etnográfico de teu povo, para nos enriqueceres. Fico excitada com a ideia de que Pe VIEIRA viveu no meio dessas maravilhas, contra as arbitrariedades dos incultos colonos portugueses dos séculos XVI/XVII.
BEIJITOS DE LUSIBERO

Boas Vibrações disse...

Olá querida eu moro no janga paulista e não conhecia esta lenda do coqueiro.ADOREI...
BOAS VIBRAÇÕES PARA VC!

Rain disse...

Credo. Mas até fiquei com pena dele. :P

JUANEWS disse...

Parabens pelo seu trabalho belo Blog. Conte com nossa divulgação. Felicidades!

Thales disse...

Muito interessante essa história... O pior é que antes da palhaçada eu já estaria morrendo de medo! Nunca gostei de palhaços, muito menos um que desce de um coqueiro hahaha