quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

TERESÓPOLIS, A CIDADE DA SELEÇÃO BRASILEIRA.

Verde.
Tons variados e subtons de verde, envolvem a cidade de Teresópolis, localizada  na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, à  871 m acima do nível do mar. No topo da Serra dos Órgãos, a paisagem é, também, a forma das montanhas e picos conhecidos mundo afora, como o Dedo de Deus (fotos 1 e 2),  marco do alpinismo. Ou a Pedra do Sino, porto seguro de quem não escala, mas também não abre mão de caminhar para chegar às nuvens.
No entorno da cidade decoram a paisagem, de Mata Atlântica, árvores e flores de todas as cores. E uma fauna rica, ainda não totalmente identificada e pouco estudada, pode ser percebida numa simples incursão ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos.
A geografia de Teresópolis é, também, uma consequência da História. O município aconteceu porque, por aqui, descia no rumo da Baía de Guanabara, parte dos carregamentos do comércio colonial: ouro das Minas para Portugal e Inglaterra.
E há quem diga que o próprio alferes, Joaquim José da Silva Xavier, escolheu uma estalagem – desaparecida quando da implantação da Rio-Bahia - para passar algumas noites. Eram tempos de conspiração nas Gerais e Tiradentes passava pelas terras de Teresópolis para ter contato com os conjurados da cidade do Rio de Janeiro.

A cidade tem esse nome porque homenageia a Imperatriz Teresa Cristina, casada durante muitos anos com D. Pedro II. É provável que a família imperial tenha se encantado com as belezas naturais e o clima da serra e, em terras de Teresópolis, tenha desfrutado de períodos de férias.
 Mas as origens da cidade são mais recentes. Datam da primeira metade do século XIX. Embora a primeira descrição oficial tenha sido feita em 1788, por  Baltazar da Silva Lisboa - que em seu relato descrevia a serra e também a Cascata do Imbuí - foi a partir de 1821 que a região começou a ser ocupada. Nessa época, o português de origem inglesa George March adquiriu uma grande gleba e transformou-a em fazenda modelo.
A fazenda ficava onde está, atualmente, o Bairro do Alto e era chamada de Santo Antônio do Paquequer ou, talvez, Sant´Ana do Paquequer. Assim, esse  primeiro povoado se formou, ao longo do caminho que ligava a Corte à província das Gerais. Foi o início do desenvolvimento da agricultura, da pecuária e do veraneio da região.
O crescimento do pequeno núcleo se verificou no sentido norte-sul, época em que comerciantes vinham das Minas Gerais em direção ao Porto da Estrela, nos fundos da Baía de  Guanabara, passando antes por terras de Petrópolis. Teresópolis era, então, um ponto estratégico de repouso. Só mais tarde é que o fluxo foi alterado para o sentido sul-norte, com a ferrovia que ligava a cidade ao Rio de Janeiro.
Lentamente, o povoado foi se desenvolvendo, passando à categoria de freguesia - Freguesia de Santo Antônio do Paquequer - em 1855. Somente em 06 de julho de 1891, através do decreto de nº 280, do então Governador Francisco Portela, a freguesia é alçada à condição de município, passando a denominar-se Teresópolis.
Daquela época até os dias atuais, a cidade continua atraindo milhares de visitantes e até mesmo novos moradores que, como a família imperial, vem em busca do clima privilegiado, da natureza exuberante, da beleza de sua paisagem, da tranquilidade, além de outros atrativos naturais e culturais.

Além de famosa no  por todas as suas belezas descritas acima, Teresópolis  foi revelada ao mundo pelas emissoras de TV que acompanham o treinamento da Seleção Brasileira, porque é lá  na GRANJA COMARY (fotos 4 e 5) , onde é realizada a concentração de futebol da CBF com seus cinco campos de treinamento.

(Fonte de pesquisa: Prefeitura da Cidade de Teresópolis).
Desconheço a autoria das fotos publicadas acima.

29 comentários:

Elizabeth disse...

Oi Amiga,
Mais um pouco de cultura, obrigada.
Beijo.

Regina Rozenbaum disse...

Eiii Sil
Adooooro o friozinho de Teresópolis.
Bão dimaiiiisss sô!
Beijuuss n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogspot.com

Beta de Santana disse...

Olá Silvana,
Teresópolis é linda!
Já havia visto uma matéria sobre a serra dos órgãos, adoro paredões rochosos, são fascinantes.
Tenhas uma linda tarde.
Beijokas, Beta de Santana

Clecilene Carvalho disse...

Linda cidade!

Muito bom vir aqui.

Luisa Moreira disse...

Bonita paisagem, essas pedras me fascinam.

Abraço

Luisa

Amapola disse...

Muito obrigada.
Você continua cumprindo a sua missão de ensinar.
Um belo dia.

Rui da Bica disse...

Olá Silvana, "imparável" !

Quando estive no Rio, teria gostado de ir a Teresópolis, mas não me foi possível. Mas deu para ver de muito longe o tal "Dedo de Deus". Pelo menos não perdi tudo !
("Foi deste jeito que eu vi Teresópolis)" :))
Beijo.

Blogat disse...

Teresópolis faz parte da minha vida!...e enfeita meu blog!
ADOREI vê-la aqui!

Lidia Ferreira disse...

Eu vim aqui hoje agradecer,
Pois ontem eu fiz 5.000 visitas em nove meses e cause 1000 comentários
Vim agradecer seu carinho e paciência, vim agradecer seus comentários
Agradecer sua ajuda, agradecer suas dicas, vim agradecer seus selos e mimos, e obrigada por me deixar fazer parte do seu mundo.
Algumas pessoas podem pensar que a palavra “Amiga (o)” não deveria ser usada nos blogs já que não nos conhecemos pessoalmente, então parei e pensei o que significa essa palavra?
“Amigo” e aquela pessoa que você conversa ,que você se preocupa e ela com você, na qual você tem um carinho especial, e que você conta com ela, e ela sabe que pode contar com você, amiga te faz rir e chora com você, amigo torce e te ajuda nas lutas, e fica feliz em saber que você esta conseguindo realizar seus sonhos.
Então, e isso que sinto por você.
Você realmente e um amigo querido
Sinceramente aceitei o meu agradecimento
Obrigada por tudo
Lidia
Ps- venha pegar seu selo e ver minha homenagem a voce

Dalva disse...

Olá, querida!

Adoro Teresópolis, pelo clima, pelo verde, pela beleza da subida e chegada da serra... muito bom conhecer um pouco mais sobre essa maravilha!

Valeu!

Bjs.

Tite disse...

Querida amiga,

A beleza extraordinária desta Serra dos Orgãos, que desconhecia, me deixou encantada.

Quanto à história de Teresópolis é mais uma com que você nos delicia e só não gostaria que a Selecção Brasileira se preparasse muito bem para o Mundial pois, como compreende, estamos querendo vencer essa equipa para chegar à final. Pode ser??? rsrsrs

Beijosssss

Fernando Christófaro Salgado disse...

Olá Silvana!

Mais uma vez vc nos traz informações preciosas sobre uma bela cidade! Parabéns!

Abraços,

Fernando C. Salgado.

manuel marques disse...

Isto é serviço público,parabéns.

Beijos.

Juliana Pires disse...

Olá!
Eu nunca tive a oportunidade de conhecer Teresópolis pessoalmente, mas pelo que você escreveu, é tudo de bom, tudo o que eu mais gosto, tranquilidade e natureza (rs)..

Beijos

Canduxa disse...

Olá Silvana,

Gostei de conhecer esta cidade, descrita por ti.
Tanta história e cultura!

A paisagem é maravilhosa.

Obrigado pela partilha
beijinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Passei a conhecer um pouco mais de Teresópolis, obrigada pela partilha como tb pela sua visita amiga.

beijooo.

Sandra Botelho disse...

Sempre bom conhecer mais um pouquinho do nosso Brasil...
Cidade lindissima,
Obrigado querida por tanta cultura e conhecimento.
Bjos meus!

Graça disse...

Oi, Silvana!!!

Também quero agradecer tantas informações excelentes que nos passa através de seu blog.

Conhecer mais sobre Teresópolis foi emocionante...

Grata mesmo!

um abração!

Amapola disse...

MUITO BOM DIA!...

Kimbanda disse...

Olá Silvana,
Fotos muito convidativas a uma visita, é a natureza na sua expressão altiva e encantadora.
Um país maravilhoso que precisa que todos o resguardem em termos ambientais com a consciência de que os nossos filhos nos irão julgar consoante o nosso legado.
Kandandu amigo.

Mônica disse...

Eu adorei conhecer a história de Teresopolis, porque só passo por lá quando vou ao Rio.
Com carinho Monica

Jacinta Dantas disse...

Desvendar Teresópolia, assim, através do seu olhar, confere um charme a mais à cidade. Já estive por lá, há uns 10 anos. Sinto saudade e vontade de um dia voltar.
Grande abraço

Graça Pereira disse...

A isto eu chamo informação completa, promovendo o seu país. Fiquei a conhecer muito de Teresópolis e com vontade conhecer ainda mais...
É um convite bem feito para quem vive do outro lado do oceano...
Beijo
Graça

Georgia disse...

Sivana, adoro esta terra e suas histórias e verdes.
Sao Cristóvao no RJ também é outro centro de histórias.

Um grande abraco e lindas as imagens por aqui.

Denise Guerra disse...

Oi Silvana,obrigada pela visita ao meu blog Ecos da Cultura Popular e pela dica de São Tomé, com certeza será meu próximo destino. Sobre Terê, é um lugar mágico! trabalhei lá por 3 maravilhosos meses, o único problema é que eu subia e descia a serra 3 vezes por semana e tive que desistir pois chegava no Rio muito cansada. Lá é ótimo pra morar e passear, volto sempre pois adoro aquele clima fresquinho de lá. Quando puder veja esta lenda que postei no Ecos da Cultura Popular: "A MÚSICA DOS CHIFRES OCOS E PERFURADOS" e se ainda não conheces veja no outro blog (AfroCorporeidade) "A LENDA DO TAMBOR AFRICANO - Vinda de Guiné Bissau". Um grande beijo!

Dona Sra. Urtigão disse...

Vim aqui retribuir a visita, gostei tanto, me senti em casa, que passeei,passeei e nem cumprimentei a dona da casa.
Penso que a surpresa-coincidencia do nome do blog me deixou pensando... e pensando morreu muito burro ; explico: dois dias antes,meu netinho mais velho, que tem tres anos e esta há um mes viajando comos pais, toma o telefone da mãe, com quem eu conversava, e diz - " Ô Tania, eu ouvi dizer por aqui, que esta é..." bem, a informação não importa,o curioso foi a expressão,incomum em uma criancinha. Sem dizer que esqueceu o "Vovó" ( Sniff) Bem, eu MORRO de saudades e logo depois, chego ao seu blog de " ouvir dizer"...

BEM VINDA ao meu espaço, aos meus sítios e parabens pela beleza e conteudo dos seus.

Daniel Savio disse...

A região Serrana do Rio é muito linda, gostaria de visitar um dia...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Ana Lucia disse...

Boa Tarde silvana,

Obrigado por visitar o meu blog e por responder ao meu comentario! Seu blog é lindissimo , muito bom preservar nossas historias e poder divulgar nossa cultura e nosso rico folclore!! Parabens!!!Bem escrito e muito bem apresentado com lindas imagens! Sinto orgulho pela qualidade !!
Beijo grande!

Silvana disse...

Viu? Eu não sabia que a granja Comari ficava lá em Teresópolis e toda essa história que você contou...rsrs...que até a família real descansava lá. Parece um paraíso!!!!
Quero conhecer um dia!!!!
Beijos
Silvana