segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A MISTERIOSA CRIAÇÃO DO POVOADO DE SÃO THOMÉ DAS LETRAS - MG.

São Thomé das Letras é uma localidade do sul das Minas Gerais tipicamente interiorana, edificada sobre um largo depósito mineral de quartzito - conhecidas como pedras-de-são-tomé (utilizadas largamente na pavimentação de bordas de piscinas, na construção de algumas casas no município, no calçamento das ruas e no  artesanato local).
Sua localização  é privilegiada,  em ponto montanhoso e elevado a 1.440 metros acima do nível do mar (permitindo a observação de praticamente toda a região ao redor, vales e montanhas incluídos), faz com que a cidade seja destino preferido de muitos turistas entusiastas da natureza, de pessoas ligadas às artes em geral e de quem é adepto a caça de OVNIs ( disco voadores).
Alguns acreditam que a cidade de São Thomé das Letras seja um dos sete pontos energéticos da Terra, o que atrai para o lugar místicos, sociedades espiritualistas, científicas e alternativas de vários pontos do mundo, gerando a alcunha de "Cidade Mística".
Quem conhece sabe do que eu estou falando, a cidade é  D I V I N A . 
É a fatia dos céus mais linda e estrelada que meus olhos puderam ver.Sem contar com o pôr-do-sol : inigualável !  Um pedacinho do mundo abençoado por sua beleza e energia. A minha estada de quinze dias me fez viajar no tempo por conta de alguns muitos contadores de "causos" que existe na pequena cidade, um deles até bem conhecido de todos que lá excurcionam -  o Tio Zé .
Bem, vamos lá.  Foi desse jeito que eu ouvi dizer...


No final do século XVIII, um escravo de nome João Antão, da fazenda Campo Alegre, mal tratado por seu senhor, fugiu e encontrou uma gruta no alto da montanha que oferecia abrigo e uma ampla visão das montanhas ao redor. 
Ali ele se refugiou e viveu por bastante tempo escondido, comendo frutos silvestres, raízes e peixes.
Um dia, um homem de roupas claras e traços finos apareceu ao escravo fugitivo, perguntando-lhe o motivo de sua permanência por tanto tempo naquela gruta. O escravo, então, contou-lhe sua história. O estranho homem escreveu um bilhete e o entregou ao escravo, instruindo-lhe que levasse ao seu senhor e prometendo-lhe que seria perdoado.
Sem outra alternativa, João obedeceu. Ao ler a carta, seu senhor João Francisco -  patriarca da família Junqueira -, admirou-se com a letra impecável e tão fino papel, incomuns para aquele tempo. Resolveu, então, ir até a gruta onde o escravo estivera, não encontrando mais ninguém. Porém, constatou a presença de uma pequena imagem identificada como sendo de São Thomé, apóstolo de Cristo, esculpida em madeira. 
Assim, o senhor da fazenda, extremamente religioso, decidiu por colocá-la na capela, hoje substituída pela Igreja Matriz, perdoando o escravo por sua fuga. 
E quanto ao senhor de vestes brancas... esse nunca mais foi visto.

Só que existem muitos mistérios entre o céu e a terra que possamos imaginar...

Durante as obras de construção da Igreja, foram encontradas diversas pinturas em tom avermelhado na entrada da gruta, muito semelhantes a letras.
Acreditava-se que estas marcas foram deixadas pelo santo, como prova de sua aparição. 
Já os historiadores atribuem essas pinturas aos índios cataguases, antigos habitantes da região. 
Outras pessoas preferem crer que foram efetuadas por seres extraterrenos, vindos das estrelas pelo caminho de "Sumé".
A mais corriqueira das lendas nos conta   que São Thomé ficou sendo "das Letras" por conta dos tais desenhos rupestres feitos em vermelho que, ainda hoje  podem ser vistos na entrada da gruta.

Mas, a pergunta que não quer calar é: 

- Será que o misterioso homem de vestes brancas  era o próprio São Thomé?
 E você, o que acha disso ?

32 comentários:

Anne Lieri disse...

Eu penso que sim!Já visitei essa cidade maravilhosa,de pedras e lindas cachoeiras.Tem mesmo um ar misterioso e místico!Adorei seu texto!Bjs,

Georgia disse...

Silvana, uma das coisas que mais sinto falta é do céu estrelado por aqui.

Boa semana

Prof. Sergio Ricardo disse...

boa pergunta? vc tirou alguma conclusão? digo isso porque tudo leva a crer que tratava-se de São Tomé mesmo. Agora, como ele mesmo disse "ver para crer", o mistério continuará por muito tempo. Seu blog é um modelo de cultura e conhecimento. Abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Apenas conhecia-a pois meu primo teve pousada lá, o pouco que sei foi com ele e o mais tive a oportunidade de conhecer por aqui, obrigada pela partilha.

Uma ótima tarde pra vc amiga.

beijooo.

Luisa Moreira disse...

Ver para crer, disse S. Tomé, contudo parece ser mesmo ele. Fica o enigma.

Abraço

Luisa

Regina Rozenbaum disse...

Sil
É realmente como vc disse: DIVINA e tem uma energia inexplicável! Quem ainda não conhece deve incluí-la num próximo roteiro.
Beijuuss n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogspot.com

Denise Guerra disse...

Olá Silvana, que história linda, igual a cidade. sou louca pra conhecer São Thomé, um dia chego lá! Bjs!

Tite disse...

Nunca tinha ouvido esta lenda pois já percebeu que sou Portuguesa e esta lenda deve estar profundamente ligada A S. Tomé das Letras, obviamente.

Mas... em se tratando de S. Tomé... melhor ver para crer.

Deve ter sido por isso que ele deixou as letras para que acreditassem na sua estadia por aquelas paragens.

Gostei de saber mais esta lenda de um sítio que gostaria de visitar um dia devido ao seu misticismo.

heli disse...

Silvana
Toda vez que visito seu blog, é um prazer enorme ler o que escreves.
Acho que não foi o São Tomé, mas que foi algo sobrenatural que ocorreu, isso foi.
Lindo lugar, se um dia um puder, vou conhecer "São Tomé das letras".
Beijos,

manuel marques disse...

passei ,adorei mais uma lenda que desconecia.

Beijos.

http://primaverilnomuro.blogspot.com/ disse...

Olá!
Adoro histórias, adoro contos e adoro causos...
Esse foi ótimo.
Um abraço

Elizabeth disse...

Olá Silvana,
Eu acho que voce é demais. Cada vez trazendo mais cultura, muito obrigada.
Beijo.

angela disse...

Muito interessante a história.
beijos

alegria de viver disse...

Olá querida
Ouvi falar muito de São Tomé das Letras, e também acho que onde á fumaça á fogo. Portanto é mistica.
Com muito carinho BJS.

Giovana disse...

Acho que as letras foram deixadas justamente para nós vermos para crer... será??? Assim temos desculpas pra fazer uma visitinha nesse lugar que deve ser um encanto!!! Lindo post
Bjo bjo
Gi

Amapola disse...

Nossa... a história é bela!
Eu acredito sim.
Um grande abraço.

Amapola disse...

Ah... ainda mais, que existe aquela história bíblica, de que São Thomé só acreditava no que via.

Fatima disse...

Uma das cidades mais lindas que eu já conheci!
bjs.

AROMA INGÁ - Dani Grossi disse...

Cidade DIVINÍSSIMA!!! Gostaria muito de ir conhece-la, viagei pouco em minha vida, à muitos lugares que ainda quero conhecer. Você tem me dado oportunidade de viajar sem sair da frente do meu not!!!
Bjinhussssssss

RESILIÊNCIA disse...

Visitando estes escritos maravilhosos...

Claudia Bins (Cacau) disse...

Que maravilha, fiquei com muita vontade de conhecer...

Cacau

Dalva disse...

Olá, Silvana!

Fascinante estória. Esses enigmas sempre mexem com a imaginação...

Bjs.

Gerana Damulakis disse...

Penso que sim.
A história é muito bonita.

Taia Assunção disse...

É ver para crê. Vai saber?! Não conheço São Thomé mas minha menina mais velha é frequentadora do lugar. Gosta de ir acampar por lá. Marido e eu temos o som do Ventania em casa (figuríssima de São Thomé)as vezes o o ouvimos e nos divertimos horrores. O som dele é uma graça. Beijocas!

Amapola disse...

BOM DIA!...

Dauri Batisti disse...

O que importa não é a veridicidade dessa ou daquela história, o que importa é a poesia que sai dessas histórias. S. Tomé tem mais poesia que mistérios. E isso é lindo.

Um beijo.

Ps. Obrigado por visitar o ESSAPALAVRA.

Amapola disse...

Que bom que você esteve aqui, no meu estado...
E vejam só no que rendeu:
Uma bela história!

Valéria disse...

Eu já fui lá em São Thomé das letras cidade dos hippies é linda, não sabia dessa hitória..beijooO

Pelos caminhos da vida. disse...

Viver é ter chance de acreditar que,
a cada dia podemos fazer mais que imaginávamos.
É acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé,inspiração maior.
É buscar nas pequenas coisas,
um grande motivo pra ser feliz.

Um ótimo dia pra vc.

beijooo.

Bonanno disse...

Acredito fielmente que ali esteve este homem e ali ainda o está, mas nossa pequenez não permite que o vizualizemos... mas ainda sim sem o ver ele nem o sentir, ele ali o está....

Daniel Savio disse...

Senão me engano, quartzo é um tipo de cristal, será que serve para filtrar energias também?

Alienigenas eu acho dificil, pois depende de como se faz o calculo, dá milhares de civilizações alienigenas, ou nenhuma (tem um cálculo para determinar isto)...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Ricardo Riso disse...

Olá, Silvana!
Que surpresa agradável este texto sobre São Thomé das Letras! Passei o verão inteiro de 97/98 por lá. Foi o lugar que mais visitei nos anos 90, depois nunca mais voltei.
Era simplesmente fantástico... lembro até hoje das lindas tardes de pôr-do-sol na pirâmide ao som de beto guedes, zé ramalho...
Um grande abraço,
Ricardo Riso