sábado, 9 de janeiro de 2010

O CASAMENTO ENTRE O CÉU E A TERRA.


"Hoje nos encontramos numa nova fase da humanidade. Todos estamos regressando à Casa Comum, à Terra: os povos, as sociedades, as culturas e as religiões. Todos trocamos experiências e valores. Todos nos enriquecemos e nos completamos mutuamente.
Também os povos originários, os indígenas das várias partes do mundo - eles são cerca de 300 milhões -, participam desse grande concerto dos povos, no qual se incluem as tribos que vivem no Brasil. Todos eles são portadores de uma sabedoria ancestral, que está faltando a quase toda a humanidade, sabedoria necessária para iluminar os graves problemas que coletivamente enfrentamos. Problemas relativos à convivência pacífica entre os povos, à combinação adequada entre trabalho e lazer, à veneração e ao respeito para com a natureza, à integração fraternal e sororal entre todos os seres da criação, vividos como parentes, irmãos e irmãs. Enfim, problemas relativos ao casamento entre o céu e a terra, que confere uma experiência do ser humano com a totalidade das coisas e com a Fonte originária de todo o universo.
Entre as estórias relatadas - centenas e centenas que existem entre os povos indígenas brasileiros - visam ressaltar a contribuição inestimável que eles oferecem à nossa história: na linguagem, nos nomes de cidades, de rios, de montanhas, na culinária, nos costumes cotidianos, na religiosidade difusa do povo e na percepção coletiva acerca das forças misteriosas da natureza. Essa contribuição pode ser útil também a outros povos, habitantes da mesma Maloca Comum, a Terra.
Temos muito que admirar, desfrutar e aprender a partir de toda essa tradição sapiencial. Nossos indígenas não são primitivos, apenas diferentes. Não são incultos, mas civilizados. Não são ultrapassados e sim contemporâneos. São humanos como nós, portadores das mesmas buscas, das mesmas ansiedades e das mesmas esperanças que os homens e as mulheres de nosso tempo e de todos os tempos. Apenas se expressam num dialeto diferente, quem sabe estranho para muito de nós, mas sempre surpreendente e perpassado de observação atenta das coisas da vida e da natureza.
Revisitemos a sabedoria indígena e sonhemos, por um momento, os mesmos sonhos que eles sonharam. Vamos rir, chorar e aprender.. Aprender especialmente  como casar o Céu com a Terra, vale dizer,  como combinar o cotidiano com o surpreendente, a imanência  opaca dos dias com a transcendência  radiosa do espírito, a vida na plena liberdade com a morte simbolizada como um unir-se com os ancestrais, a felicidade discreta nesse mundo com a grande promessa na eternidade. E, ao final, teremos descoberto mil razões para viver mais e melhor, todos juntos, como uma grande família, na mesma Aldeia Comum, generosa e bela, o planeta Terra".
( Leonardo Boff, 22 de abril de 2002 )  
Desconheço a origem das fotos postadas acima. 


18 comentários:

Bárbara disse...

Você acredita em reencarnação?!
Espero sua resposta lá no blog ;)

Rosan disse...

olá Silvana.
quando todos os seres respeitarem as diferenças que existem entre as culturas, e perceberem que isto é a unica coisa que os difere uns dos outros....tudo vai ficar muito melhor no planeta terra.....

beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Ultrapassei 100.000 visitas, esse numero só foi possível com a visita de vcs.
Obrigada por fazer parte desse numero.

beijooo.

Maysha disse...

Ola Silvana
Obrigada pela visita, gostei imenso do seu blog, muito boa a informação que nos passa.
Vou continuar a visitá-la
Beijo de luz
Isa

Denise Guerra disse...

Querida silvana, Maravilhoso texto!!! Assim é a vida, linda, surpreendente, simples, intensa e grandiosa!!!Salve as diferenças, tenho certeza de que o mundo foi feito para todos nós: pessoas diferentes que somos unidos pela paz e pelo amor! Um grande beijo!
♫Denise Guerra♫
http://afrocorporeidade.blogspot.com
http://ecosdaculturapopular.blogspot.com

Regina disse...

Olá, Silvana!!

Os índios não são diferentes, são seres humanos iguais à todos nós, com sua cultura, seus costumes e temos muito o que aprender com sua sabedoria...

Que saibamos respeitar uns aos outros para vivermos na verdadeira paz...

Muito bonito o seu espaço, vim seguindo a indicação da querida amiga Tetê e não me arrependi!!

Tenha um lindíssimo fim de semana!! Beijos!!

multitude nômade disse...

seu blog é um trabalho realmente muito interessante, está de parabéns, trabalhos como este tem que continuar.

Dalva disse...

É super importante o respeito a todas as culturas, fonte de enriquecimento para a humanidade.

Beijos, Silvana!

walter disse...

Lindissimo texto... sempre valerão todas as lutas que visem a apróximação de todos os povos da Terra. Não conhecemos outro lugar onde possamos ser mais felizes...

Abraço amigo

Regina Rozenbaum disse...

Lindo texto que nos faz repensar e cada vez mais acreditar que se tivermos um pouco mais de respeito e tolerância com tudo e todos que não são iguais a nós, viveremos num mundo muiiiiito melhor!
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Sônia Silvino disse...

Silvana!
Não é à toa que chamamos a terra de nossa mãe, não é mesmo? Lindo texto.
Bjkas e ótimo final de semana!

micael disse...

Em Angola reparei que os diferentes povos ali existentes, com a sua cultura, a sua língua, com o seu grande respeito pela natureza, demonstravam uma grande comunhão com a Terra.
Primitivos? Não!
Incultos? Também não eram!
Apenas autênticos.

Bom fim de semana

Suzi disse...

Que lindo... tão singelo...

Daniel Savio disse...

Aprenderemos melhor quando nos predimos a não julgar sobre preceitos de civilizados, ou selvagens, complexos, ou simplicistas...

Só espero que não demore tanto para a gente se dar conta que ainda temos tanto a aprender.

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Ebrael Shaddai disse...

OI Silvana!!
Adorei seu blog e amei a forma como vc exalta nossa cultura e nossas raízes. Vou te seguir tbm, pq vi que vale a pena!!

Acho que temos algo em comum: falar das coisas e sentimentos de forma não-burocrática, de forma sim significativa, transcendental.

Pude perceber que vc é maçom?? Ou é só impressão minha?? kkk...observador de detalhes que só eu, né??

Acompanhe meu blog mesmo e dê a sua opinião. agora estou numa fase criativa muito boa, entre poesias e crônicas. Acho que termos boas coisas a compartilhar.

Além do mais, se quiser me contate em meu e-mail que tbm é meu MSN:

elohim_gibor@hotmail

Pelo login antes do @ saberás do que sou feito!!

Bjs linda!!

Ebrael Shaddai disse...

Ooopsss...

elohim_gibor@hotmail.com

Bjs!

Nádia Mara disse...

Silvana,

Adorei o seu blog!
Já sou sua fã!

Feliz 2010!

besos

Andradarte disse...

Achei aqui um Blog maravilha.
Beijo