sábado, 30 de janeiro de 2010

E ASSIM NASCEU O PRIMEIRO BERIMBAU.

O berimbau é um instrumento de percussão muito utilizado para jogar  capoeira (uma expressão popular que mistura luta, dança e música). 
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER..., traz para vocês esta lenda de cunho popular que veio  lá do norte da África, sobre como o primeiro berimbau apareceu na Terra.

Foi assim...
Era uma vez uma  linda menina que saiu a passeio pela floresta. Depois de tanto brincar e correr, abaixou-se para beber água num córrego perto de sua casa. Naquele exato momento, um homem que estava escondido no matagal, por pura maldade, deu-lhe uma pancada na cabeça.
Pequenina e frágil, a menina  não pode resistir aos ferimentos e morreu na hora. Imediatamente, como num milagre, aquele corpo estendido na mata, começou a se modificar e a tomar forma de um  arco musical; seus membros na corda, sua cabeça na cabaça e seu espírito numa música dolente e sentimental.
E assim nasceu o primeiro berimbau.

Desconheço a autoria da imagem.

42 comentários:

Feliz 2010 da Dri! disse...

Oi Silvana!
Quem dera cada vez que fossemos ofendidos ou maltratados nos tornássemos como esta menina... nosso espírito precisa evoluir muito ainda... mas eu acredito nestas belezas. =)

Então, sobre os sonhos... eu já li muito Freud e suas interpretações. Mas não sou 'freudiana', não... sou mais Jung mesmo. E olho muito para minha vida, p o que estou vivendo p interpretá-los.
Mas... o que é a Rosacruz? Fiquei curiosa agora...=))

Abraço no coração!!!

Amapola disse...

É muito bonita a lenda, e bonito a capoeira, ao som do berimbau.
Lembra-me meu pai, que quando falava da Bahia, mostrava alguns passos dela.

Maurício Canuto disse...

Oi, Silvana.

Parabéns pelo Blog e trabalho!!

Abs,
Maurício Canuto

Daniel Savio disse...

Interessante, mas o berimbau é considerado uma arma branca (por isso tem de ser embarcado no bageiro do avião)...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Silvana, bela lenda...não conhecia...Espectacular....
Beijos

Fê Costta disse...

Não conhecia esta lenda do folclore brasileiro! Interessante!

Bjos

JARDINS DO CORAÇÃO disse...

MAGNIFICA POSTAGEM !!

BERIMBAU É ALGO MUITO MÁGICO!!

PARABÉNS!!

COMO RETRIBUIÇÃO A ESTA POSTAGEM, DEIXO AQUI DE PRESENTE UM LINK, ONDE NUM VIDEO DOP YOUTUBE, NUMA BELÍSSIMA INTERPRETAÇÃO DE GIL JUNTO COM JORGE MAUTNER - NO DVD - ELETRACÚSTICO, NA CANÇÃO "MARACATU ATÔMICO" GIL E JORGE ENCENAM PASSOS DE CAPOEIRA, AO SOM DO BERIMBAU DO PERCUSSIONISTA GUSTAVO DE DALVA. OBSERVE QUE NUM GIRO QUE GIL DÁ COM A SUA GUITARRA, ELE QUASE BATE COM A GUITARRA NO PEITO DE JORGE. EXISTE UMA POSTAGEM EM MEU BLOG - 22 DE NOVEMBRO - DIA DO MÚSICO COM ESSE VIDEO.

OLHA O LINK DE PRESENTE DO YOUTUBE:

http://www.youtube.com/watch?v=HFByFGVvFdg

ABRAÇOS FRATERNO E BEIJOS EM SEU CORAÇÃO!!

SUCESSOS !!

Luisa Moreira disse...

Bonita lenda, Silvana.

Que bela transformação!

Abraços

Luisa

manuel marques disse...

Bonita lenda.

Beijos.

Denise Guerra disse...

Oi Silvana, obrigada pelas visitas aos meus dois blogs. Eu sou do Rio de Janeiro, Carioca da Gema. no dia 18/01/10 publiquei as relações do Berimbau, com o goje e a viola brasileira tendo o berimbau como precursor dos instrumentos de cabaça. A história que coloquei lá trazem dados técnicos sobre o berimbau. Adorei esta sua história sobre o Berimbau que é do campo mágico e que nos encanta. Como vc sugeriu ela realmente tem tudo haver com o meu trabalho e vou posta-la um dia desses. Agradeço suas palavras e as trocas de informações. Espero estar sempre compartilhando nossa cultura com vc e quem mais chegar. Saudações Musicais! Bjs!

Denise Guerra disse...

Ah, se vc me permite responder ao seu amigo Daniel Savio, o Berimbau só é considerado arma branca contra quem deve alguma coisa ao sagrado, no mais ele é só um instrumento de encantamento. Afro-abraços!
http://afrocorporeidade.blogspot.com
http://ecosdaculturapopular.blogspot.com

Fatima disse...

Não gostei muito desta lenda não.
Tão triste!
Bjs.

Regina Rozenbaum disse...

Sil Amada
Hoje vim prá lhe agradecer ao atendimento à minha "convocação" do Aquilo que me cativa: OBRIGADA!!! Logo. logo sairá o NOSSO ME CATIVA.
Beijuuss iluminados n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogspot.com

São disse...

Um lenda comovente e melancólica, que deve esconder um caso bem violento por detrás.
Um bom final de semana por esse país que mal conheço, desgraçadamente.

Eduardo Santos disse...

Amiga Silvana. É um prazer voltar ao seu cantinho, tem sempe algo de novo, obrigado por isso. Desde hoje que passo a seguir o seu espaço, parabéns pelo trabalho, é excelente. Um beijo de gratidão.

Abelha Maia disse...

Silvana, muito obrigado por visitar o meu espaço.
O seu é uma fonte de sabedoria, partilha, humildade que eu gosto de vir visitar.
bjsssss

Drika disse...

Oi Silvana... to aqui de novo =)
Sabe que ja ouvi falar disso mesmo, mas n sabia que era 'um braço da maçonaria'. Obrigada por me mandar o link, vou dar uma espiada lá, sim!
Vc disse que é formada, né? O que vcs estudam lá?

Abraços no coração!

Graça Pereira disse...

Deliciosa este lenda que não conhecia e, como docemente, nasceu o berimbau!
Um beijo, Amiga
Graça

Maria Valadas disse...

Uma bonita partilha para lermos numa madrugada de fim de semana.

Como desconhecia esta lenda brasileira, foi uma delícia ler.

Obrigada, Silvana.

Bom Domingo.
Beijos.

Baila sem peso disse...

E assim nasceu e assim sorriu
pena ter sido de um início tão vadio!
Mas o milagre é isso mesmo
donde não se espera
a beleza do feio vira linda esfera...
não que eu conheça bem esse instrumento
mas toca música, faz dançar...
e a Alegria impera!
e sendo sentimental...tudo fica divinal!:)

Bom domingo
Meu beijo na Floresta

Sônia Silvino disse...

Silvana!
Fui à Bahia há muito tempo atrás. E adivinha... trouxe um berimbau, pois achei o som lindo!
Virou enfeite de parede, pois nunca consegui reproduzir o mesmo som de quando comprei! rsrsrs
Bjkas!

Isabel José António disse...

Olá Silvana,

Muito interessante este post sobre a lenda do berimbau.

Mas o que mais me atríu foi o título do blogue FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...


Foi desse jeito que eu ouvi dizer
Foi assim que tudo começou então
A melhor via de caminhar para SER
Passa certamente pelo teu coração

Ouve aquela voz que diz baixinho
Começa depressa a tua a caminhada
Arma-te apenas com o teu carinho
Não importa onde te leva a jornada

Diz-se, o caminho faz-se caminhando
Não há nenhum objectivo a atingir
E todo o que sempre vive amando
Depressa a via certa irá descobrir

Um abraço

José Antóno

Maria disse...

OLÁ BOM DIA.

NÃO CONHECIA ESTA LENDA,
AMEI E HOJE APRENDI UMA LINDA HISTÓRIA.

BOM DOMINGO

:))BEIJJJJJJJJ

Anabela disse...

que lenda bonita,sabes que aqui em portugal tem muita gente a praticar capoeira,tem até campeonates...,as crianças principalmente gostam muito,bjs

Rui da Bica disse...

Olá Silvana.
Você continua a nos surpreender com as suas lendas e a enriquecer-nos culturalmente.
Neste caso eu conhecia a palavra "berimbau", mas não sabia o que era.
Obrigou-me a ir à Wiquipédia e agora sei o que é.
Fiquei mais rico.
Obrigado, Silvana.
.

JPD disse...

Belíssimo!

Saudações

Gerana Damulakis disse...

O berimbau é uma das lembranças que os turistas levam daqui, de minha terra. Seu som é muito gostoso. Adorei saber sobre a lenda, embora triste.

Profº. Xavier disse...

Obrigado pela visita ao Blog da Escola Pinto Marques

<>

Adoramos seu blog, continue com este excelente trabalho!

Abraços.

Prof. Jocimar Xavier

Viiii disse...

Nossa, que bacana!
Mais interessante ainda é a capacidade do ser humano de tornar bonito/poético certas coisas não muito legais que acontecem na vida. A menina linda e feliz que ao ser morta vira um instrumento musical é um exemplo disso!
Beijos e boa semana! :)

Kimbanda disse...

Olá Silvana.
A lenda é um pouco triste, mas como todas as lendas dá-nos lugar ao sonho, este acompanhado dum dos sons mais maviosos que se podem ouvir. Tenho um e encanta-me. Aprendi a tocar em Angola onde era utilizado em muitas regiões.
Como sempre foi um prazer o bocado que aqui passei.

carol sakurá disse...

Ótima semana,querida!
Abs!

Rocio Rodi disse...

Olá Silvana,
Fico aqui a pensar na verossimilhança dessa história em cotidianos mais diversos, cujos signos não se perpetuam e pouco se manifestam, somente a tristeza e o luto avassalam. Essa história dá samba porque ressignifica a dor, o espírito canta... Bom sentimento esconde algumas dores, mas, nos encanta e faz muita gente feliz. A infância de hoje é diferente e corre risco com antes. A pancada na cabeça e o que mais? A história pode virar HQ, filme, música, acalanto etc. E essa é a beleza da criatividade humana: o poder de fazer questionamentos "reconstrutivos"!
Boa reflexão com os alunos.
Abraços!

Amapola disse...

Boa tarde, professora.
Esse trabalho todo que você continua fazendo, é muito prazeroso pra nós. É como se eu estivesse numa sala de aula, ouvindo uma bela história bem ilustrada, sem precisar sair de casa.
Muito obrigada... sucesso!

Xunandinha disse...

Oi Silvana!

Adoro lendas, histórias,e tudo sobre cultura popular, saber mais sobre algo novo é para mim uma satisfação,artesanato,etc.
Tenho uma filhota que tem gostos identicos.
Agradeço a tua disponibilidade para mim, tentarei concerteza retribuir.
BEIJOKAS UNIVERSAIS :D

Rosa Carioca disse...

Já toquei berimbeu. É mágico.
Obrigada pela sua visita ao meu blog. Beijinhos.

jorge disse...

Boa noite Silvana,
Obrigado pela visita.
Já cá estou há um tempo dando uma "espiadela" neste maravilhoso blog. Fiquei encantado. Parabéns!
Em Moçambique, nas minhas digressões pelo mato, ouvi muitas vezes o som do xitende (berimbau).
Bonita lenda. As lendas estimulam sempre a nossa imaginação, com deambulações sobre o possível e o impossível.
Cordiais saudações.

Vitor Chuva disse...

Olá silvana!
Obrigado pela visita e pelas simpáticas palavras deixadas.

Escrever, quando se gosta de o fazer, pode ser uma fonte de prazer: primeiro para quem escreve, e se alguém mais gostar, então o prazer é redobrado.E a Silvana é uma dessas pessoas; por isso não deixe de o fazer,escreva mais, sempre, estórias bonitas como esta- tão agradáveis de ler.

Beijinhos.
vitor.

b disse...

Oi.
Amei - até porque gosto muito do som do berimbau.
Quanto as lendas, acho-as imprescindíveis, até terapêuticas, pois, quanta simbologia há nelas, e em algum canto do nosso íntimo, nos identificamos.
As estórias vindas das pessoas simples são tão mais ricas , assim como tais pessoas simples.
Mas...acredita que uma tia queimou todos os cadernos com escritos de rezas, simpatias, que era de minha avó materna?
Até hoje toco no assunto.
1 abraço então.

Laly disse...

Adorei a proposta do blog! PARABÉNS! Já estou seguindo!!! Olha eu sou capoeirista e nunca tinha escutado esta linda história mas é um fato bem interessante para criação do berimbau!!! rs

BOA SEMANA!!!

BANDEIRAS disse...

Olá Silvana,
Que história incrível !!

Menina, aqui é um poço de ensinamento.
Tô adorando vir por aqui, viu ?

Bjs

Anônimo disse...

Bom dia Silvana!
Muito bacana seu blog.
imagens lindas, texto maravilhos,as pessoas tem se perdido nessa cultura atual em q vivemos, muito bacana mesmo seu trabalho... vou deixar aqui um endereço de um blog tbm bem bacana rsrs...meio q romantico assim dizendo dar uma passadinha lá,tenho uma amiga q vai adorar seu blog..professora cativa..beijocas no core
deixareubrincardefelicidade

Paula

Anônimo disse...

Vale conferir o curta HUNGU, filme de animação feito no Canadá with a little help of Mestre Jogo de dentro. Click no link
http://www.dailymotion.com/video/xc6vyo_hungu_shortfilms