quarta-feira, 7 de outubro de 2009

E ASSIM NASCEU O BUMBA MEU BOI.


Pai Chico, dono de uma enorme fazenda, tinha paixão por gado. Seu rebanho era enorme, mas existia um boi muito especial que Pai Chico destinava maiores cuidados – chamava-se Mimoso. De tão apaixonado que era, designou um empregado, o Severino, só para cuidar de Mimoso e servi-lo do melhor.
Pai Chico confiava cegamente neste empregado.
Algum tempo depois, este empregado, cansado de viver sozinho, conheceu uma mulher, a Catirina, e enamorou-se por ela.
Não demorou muito e estavam casados. Logo, logo, engravidou e lá pelo sexto mês, a tal mulher amanheceu com um desejo: comer a língua de um boi; só que não era de qualquer boi, era a língua de Mimoso. Seu marido ficou escandalizado.
Argumentou, disse que não era assassino, mas a mulher insistia e acabou convencendo o marido dizendo que caso não satisfizesse seu desejo, a criança que estava esperando poderia nascer morta.Sendo assim, Severino arrancou a língua do boi para matar o tal desejo de sua esposa.
Só que no dia seguinte, Pai Chico estranhando a ausência de Mimoso no pasto, começou a pressionar Severino que, arrependido, acabou relatando o acontecido.        
O boi, quase morto, foi socorrido por um Pajé e disse que a vida de Mimoso dependia somente da fé do povo. Então, o povo cantou e rezou a noite toda e Mimoso finalmente se recuperou: foi uma festa !
Desde então, no dia da festa junina o povo festeja o Boi-Bumbá.

27 comentários:

Anabela disse...

realmente foi um milagre,mas a catarina foi maldosa porque se tinha desejo de lingua de boi,tinha de ser de qualquer boi,ca para mim ela tinha ciumes da atençao que severina dava ao boi,ahahahaahahah,bjs

Elga Arantes disse...

Ahhhhh.... Então é isso???? Boi Bumbá....

Graça disse...

Sil,
que legal conhecer a história do bumba...
Esse bumba nunca me enganou!...
Eu amo de paião esse Bumbinha, que é todo cute cute... é ou não é uma graça??
Bjs.

Graça disse...

ops...faltou um "X" aí em cima...

Vou Ser Feliz e Já Volto disse...

Oi Silvana,

Muito obrigada pela sua visita e por me seguir.

Igualmente maravilhoso o seu blog. Postagens bem interessantes!

Voltarei outras vezes e convido-a a também me visitar sempre que for possível.

Fica um beijo meu!

magna disse...

olá silvana que história linda,nem imaginava que a história do bumba meu boi fosse assim.
amo seu espaço bjusss e tenha um bom dia.

Maria Madalena Schuck disse...

Olá Silvana!
Muito especial seu blogger, muita coisa tens a contar, muita coisa temos a aprender!
Admiráverl cultura brasileira!
Parabéns, virei sempre visitá-la.
Um grande abraço.

angela disse...

As mulheres....quase sempre são culpadas pelos pecados dos homens...chato isso, mas bonita história.
beijos

Beth do Alô Mensagem disse...

Olá Silvana
Mas que desejo "maledito"
rs
A lingua não poderia ser de um boi que já estivesse morto?
Coitadinho do Boi Bumbá!
kakakakaka
Tô vivendo e aprendendo aqui.
Enviei um e-mail pra vc ... uma história que tem a cara do seu blog.
Bjim

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

Cruel , e violento , mas de paixões , lembrando Guimarâes Rosa...
Um prazer , esta leitura ...
Abraço , Silvana
_______ JRMARTO

wcastanheira disse...

Legal gostei, um aprofundamento no puco que sabia sobre o bumba, é mto bom andar por aqui, vou esperar pelo negrinho do pastoreio, para saborear uma lenda do meu pampa, parabéns, bjos, bjos, bjoss

Higor disse...

Adorei o blog!

Luiza disse...

Obrigada pela visita, Sil,
eu não conhecia essa história! Muito legal!
Abs
Lou

Maria Luiza Vargas Ramos disse...

Silvana, fiquei encantada com o seu blog e, a partir de agora, pretendo segui-lo.
Obrigada por sua visita lá no Simplesmente Maria e pela generosidade de suas palavras.
Gostei muito de conhecer a origem do Boi Bumbá.
beijinho

Rita disse...

Oi, Silvana!
Aqui estou! :)

Vim agradecer sua passagem lá no meu recanto poético e também conhecer mais esse espaço voltado a arte.

Gostei muito viu? Vou colocar em meus favoritos assim fica mais fácil acompanhar.

Um beijo, querida! Muito obrigada e volto sempre! ;)

Fatima disse...

Essa eu já conhecia!
Mas ninguém conta história como vc!
bjs.

Maria Filomena disse...

Silvana,
vim cá te conhecer, pois até momentos atrás não sabia da existência deste blog....E gostei do que vi....Vou voltar, pois entre outras coisas, gosto imenso de literatura e em especial de História..., portanto, se me permitir vou ser uma seguidora sua...AH- agradeço a honra de tê-la como minha seguidora......
Abraços de Maria Filomena

nina rizzi disse...

olá, sil,

essa imagem que vc usa nessa postagem é tão nordestina quanto eu, que, apesar de não ser, sou radicada aqui no ceará e me sinto nordestina desde que nasci. eu até pensei que fossemos vizinhas.

mas somos "colegas de profissão", hm? sou historiadora. aliás, deve ter sido assim que me achou, certo?

gostei muito do seu espaço. também voltarei. boa sorte :)

um beijo.

micael disse...

Aprecio muito língua estufada.
Pobre boi... Mas pior foi o que aconteceu a um amigo meu. A cara metade dele lembrou-se que queria comer, às 3 horas da manhã e em pleno Inverno... sardinhas assadas.
Lá foi o desgraçado pelas ruas de Lisboa, com tudo fechado àquela hora... E desencantou num beco qualquer o raio de uma srdinha.
O homem, sofre!!!!
Bjs

Eloah Borda disse...

Gostei muito de seu blog, parabéns!
Abraço.
Eloah

Artes da Marga disse...

Oi Silvana!
Muito legal essa história. Querer comer a língua do coitado foi maldade. Menos mal a sardinha assada do outro caso aí. Coitado do pião tb rsrsrsrsr
bj
Margarida

Rosa Carioca disse...

Prazer de reler a história do Boi-Bumbá. Brasil está cheio de lendas lindíssimas, assim como o meu Portugal e é interessante como algumas se "mesclam", como a Sopa de Pedra. Estou ansiosa pela próxima...

Déi@ disse...

Amei este lugar... O som, as lendas... é um misto de volta à infância, paz interior, descobertas de nossa cultura. Parabéns pelo blo. Estarei te acompanhando a partir de hoje e divulgarei este cantinho mágico. Beijinhos.
Volte mais vezes no meu blog:
http://educacrianca.blogspot.com

DIONE disse...

Boa tarde,Silvana adorei teu blog!
Parabéns!Lindos textos, imagens... perfeito!!

FADA MADRINHA disse...

E assim começou essa história....que hoje é a maior manifestação folclórica da Amazônia.(Parintins/AM)

TRADIÇÃO FOLCÓRICA DA AMAZÔNIA
(Rozinaldo Carneiro/Marlon Brandão)

" Veio pra Amazônia, a cultura do bumba-meu-boi
No tempo áureo da borracha
Pelos noredestino, foi trazido do sertão
E aqui o bumba-meu-boi se tornou o boi bumbá..."

Daniel Savio disse...

Isso eu não conhecia, mas fala sério, logo a lingua de boi?!

Meio que não gosto de lingua...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

Márcia Dalva disse...

Bom dia Silvana.
Estava fazendo uma pesquiza e caí suavemente, mas arrebatadoramente em seu blog. Suas fotos e textos são encantadores.
Explico:
Tenho 46 anos e estou me formando em engenharia. Meus colegas de turma tem pouco mais de 20 anos. Me divirto mt com eles e são bem amáveis comigo. Mas como estão na área tecnológica (e hj em dia parece q são todos assim mesmo - meus filhos tb o são), não leem quase nada, não conhecem a cultura popular, não conhecem a poesia...
Como serei oradora da turma gostaria de pedir um favor q mt me emocionaria: que separasse um texto, poesia...que pudesse ler no dia da colação transmitindo agradecimento pelo q passamos e onde chegamos, ou reflexão para nossas responsabilidades futuras como cidadãos...
Ficarei emonionalmente grata.

Sucesso.

Márcia marciadalva01@yahoo.com.br