quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A ESFINGE CARIOCA.


A escritura do passado
Encontra-se em seus lábios selados
E quem sabe um dia
tudo nos será revelado.



 A mais popular esfinge brasileira é a Pedra da Gávea, localizada no Rio de Janeiro, na Baía de Guanabara. No alto de uma montanha granítica, está um ser, cujo corpo bovino ostenta uma colossal cabeça humana. Alguns acreditam que seja uma formação natural, outros acham que é obra de seres humanos em tempo remoto.
No século passado encontrou-se nas paredes da montanha uma série de riscos que alguns estudiosos interpretaram como uma antiga inscrição. Alguns atribuiram-na aos fenícios, povos navegantes do Mediterrâneo, que acidentalmente chegaram às costas do Brasil antes que Pedro Álvares Cabral.Mas há quem diga, que as inscrições fenícias vistas na Pedra da Gávea, não passam de fantasia delirante e é uma tentativa de tradução das nervuras da pedra.

Uma lenda indígena conta que o gigante da Pedra da Guanabara foi, em tempos remotos, um índio que assassinou uma jovem índia. Como castigo, Nhanderú o transformou em pedra e o obrigou a vigiar a Baía. Alguns pescadores afirmam que, às vezes, levanta-se e vai passear. Para tal empreendimento, chama as nuvens e cobre os morros para ninguém notar a sua ausência.
Outras lendas falam que no seu interior está a tumba de um grande soberano indígena, cercado de ricos pertences. O cacique teria sido enterrado junto com seus súditos mais próximos, sacrificados ritualmente.
Os tamaios chamavam a Pedra da Gávea de “Metaracanga”, que significa “cabeça coroada”. Nas suas cercanias ou no topo muitas pessoas já sumiram de forma misteriosa.
Também luzes estranhas, semelhantes ao fenômeno da “Mãe de fogo”, até hoje são vistas neste local e observados há muito tempo, pelos moradores das casas localizadas nos flancos da montanha.
Dizem que todos aqueles que tentam desvendar seus mistérios são vítimas de alguma maldição: a esfinge esconde muito bem os seus segredos.

(http://www.rosanevolpatto.trd.br/)

28 comentários:

Prof. MJoão disse...

Bom dia.

gostei de saber que gostou do meu cantinho e os meus alunos gostaram imenso de saber que por outras paragens se lê e se gosta do nosso trabalho.
Também gostei do seu mundo e vou certamente voltar mais vezes para o ver.
Até depois

Zininha disse...

Uau... é um monumento esta pedra...
Adorei a história dela...

Vamos dar mais valor aos nossos cantinhos...

Lindoooo!!!

Beijos...

Daniel Savio disse...

Eu não sabia disto, mas é maneiro esta idéia dos povos indigena para explicar as supostamente formações que na verdade são "gigantes"...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.

»¤Þ䵣䤫 disse...

Sil muito obrigada pelo selinho! Dessa lenda eu fiquei com medo! Do jeito que sou curiosa, não posso ir para o Rio! Haahaha... Bjinhos

Victor Gil disse...

Olá Silvana.
Quero agradecer mais uma fantástica história de lendas, mistos e costumes do Brasil. Sem dúvida alguma uns dos melhores espaço que já li.
Uma escrita que não cansa mas cativa. Vou voltar sempre que possa.
Beijos querida amiga.
Victor Gil

Profª Libna Villarinho disse...

Puxa Silvana, o seu "cantinho" é maravilhoso! Obrigada pela visita! Fico feliz que tenha gostado do meu "cantinho" e também feliz por ter sido convidada a conhecer o seu!
É isso aí... a internet tem aberto espaço para pessoas que querem contribuir para um real crescimento cultural do homem. Quem não usa esse recurso, está perdendo tempo, não é?! Um abraço e parabéns pela riqueza de conteúdo!

magna disse...

oie silvana aprendo muito com seu blog cada dia um texto novo e completamente diferente do anterior!
parabéns!!!bjussss

angela disse...

Não sabia dessas histórias.
Gostei de saber.
beijo

micael disse...

Curiosa lenda, de um Brasil misterioso.

Um abraço

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Deixei um mimo para você no meu blog.

PERPLEXIDADE disse...

Adorei Silvana! Parabéns!

bjs

Maria Maria disse...

Gosto da mitologia e de seus símbolos. Representação de um universo único: o nosso.
Penso que há uma esfinge em cada um de nós.rsrsrs
Obrigada por nos seguir e pelo prazer da visita.

Maria Maria

Carlos Albuquerque disse...

Olá, Silvana.
Já não dá para ficar sem vir ao seu blog."A Esfinge Carioca". Mais uma lenda bonita desse seu maravilhoso Brasil.
BJS

Guará Matos disse...

Falou do meu Rio, me apaixonei.
Estou lhe esperando pra uma visita.
Você é "persona gratíssima".
Bjs.

Anabela disse...

gostei desta lenda,realmente parece uma cabeça humana,de perto deve ser colossal...,bjs

Sandra Botelho disse...

Vc nos dá o que estamos necessitando de montão, conhecimento. Obrigado querida. Bjos

Rosan disse...

seja natural , esculpida é uma bela pedra sem dúvida..
será que nesta gigantesca rocha não teria algum cactu grudadinho?
abraço.

alegria de viver disse...

Olá querida
Para mim foi uma bela surpresa,já vi tantas vezes a pedra e nunca tinha percebido.
Com muito carinho BJS.

Emoções disse...

Silvana!
Que blog maravilhoso!
Também sou professora e amo a literatura infantil.
Passarei a visitar o seu cantinho todos os dias.
Fico feliz em saber que você gostou do meu cantinho.
Volte lá sempre.
Bjss

Ó Último dos Moicanos disse...

Simplesmente magistral este teu post, publiquei no meu blog: http://fnorronha.blogspot.com, aliás, sou teu seguidor.

Estrela disse...

Maravilhosa lenda, Silvana! Visitarei teu blog muitas e muitas vezes!
Abraços!

Ernesto Dias Jr. disse...

Dá vontade de escrever um livro. Ou pelo menos um conto...

Obrigado pela visita ao www.assertiva.blog.br.

De minha parte, voltarei sempre.

Um abração.

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Oi, Silvana!
Vim devolver seu carinho e atenção!
Muito bom conhecer tais histórias, ainda que do imginário fértil do povo.
Só sei dizer que a Pedra da Gávea é algo indescritível.Fico deslumbrada com as belezas do nosso Rio de Janeiro. Como boa carioca...ufa, fico sem folêgo!
Amei suas histórias! Fica difícil...não dá pra gente ler tudo...aliás tudo é pouco pra falar do seu blog.
Vou voltar pra ler outras histórias e vou apresentá-lo para os meus filhos, que tb, amam blogar...
Deus abençoe vc!
Bjs!

Rosa Carioca disse...

Interessante, conhecia a Pedra mas desonhecia essas lendas. Parabéns, pessoas como você dignificam o Brasil ou contrário de outras notícias que muito nos entristecem, como o video realizado pela maitê proença (e escrevo em minúsculas de propósito). Mais uma vez, Parabéns, Silvana. Bem haja.

Silvana Mello disse...

Essa pedra tem muita história para contar. rsrsrs bjinhosss

Ricardo Borges disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Borges disse...

Silvana,

Cheguei até aqui por meio da tua postagem no Blog Teoria da Literatura - UFF.

Realmente, a Pedra é um lugar especial.

Subí junto com a lua cheia, passei a noite no topo e, no meio da descida, sozinho, passei alí raros momentos de felicidade plena.

Morto de sede, ouví o som de gotas e encontrei a água, que gotejava lentamente.

Enchí a garrafa de um litro (já vazia) inteira antes do primeiro gole.

Permanecí no local um tempinho, a vida seguiu, mas nunca vou esquecer: pouco pode ser muito.

Adorei teu Blog.

Paz e amor,

Ricardo

Fanzine Episódio Cultural disse...

FANZINE EPISÓDIO CULTURAL

Meu nome é Carlos Roberto de Souza (como escritor meu pseudônimo é Agamenon Troyan). Sou editor do Fanzine Episódio Cultural, uma publicação sem fins lucrativos, distribuída gratuitamente em algumas Instituições Culturais, como: Cia Bella Artes (MG), PUC (MG), Casa das Rosas (SP), Instituto Moreira Salles (MG), UNIS (MG), Cultura Na Calçada (MG) e em breve no Museu da Língua Portuguesa (SP)

Escritores, poetas, contistas, jornalistas, artistas plásticos, enviando matérias de cunho cultural: Cinema, Teatro, Moda, Esporte, Livros, Curiosidades, Turismo, Música, Dança, Poemas, Crônicas, Folclore, Artes Plásticas... para serem publicados nos blogs e no formato impresso..


Obs: As matérias enviadas para o formato impresso não poderão ultrapassar de (MEIA FOLHA NO WORD /TIMES ROMAM /12).

Para o formato virtual (blogs do fanzine), o texto pode ser maior, sem restrições.

Instituições Culturais, favor entrar em contato se desejarem receber gratuitamente exemplares das próximas edições.

Contato:

Carlos Roberto de Souza
(35) 3295-6106 /residencial
(35) 3295-9211 /comercial após às 14hs
machadocultural@gmail.com

Links
BLOG
http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
www.myspace.com/tarokid2003
http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=5139852101387050511

VÍDEO DO LANÇAMENTO DA MINHA (TREVISTA DO CINEMA Machadense)
http://www.youtube.com/watch?v=msoR2iUr-8M